Flexível como uma nuvem

9 de Maio de 2012 Por SAP Blogs 0

No texto anterior http://bit.ly/J7Z2JY comentamos sobre a grande oportunidade que o e-Commerce representa para alavancar os negócios no Brasil – e de que forma o cloud computing pode ajudar nisto. Hoje veremos um dos aspectos mais importantes da computação em nuvem: a flexibilidade.

Para dimensionar uma loja física, por exemplo, deve-se considerar a quantidade de clientes esperados e o volume de negócios gerado por eles. Disto dependem a área do imóvel, o número de funcionários, capacidade de atendimento dos check-outs e níveis de estoques – para cital alguns.

Quando a loja começa a operar, os números podem diferir do que foi projetado – e a suas instalações não comportarem a quantidade de clientes que está atraindo. Alguns itens podem ser resolvidos até certo ponto, como o número de funcionários ou check-outs. Mas cedo ou tarde eles esbarrarão na falta de espaço – e este problema quase sempre é impossível de resolver.

Numa loja virtual, uma infra-estrutura baseada em cloud computing permite a flexibilidade necessária a este tipo de adaptação. A quantidade de visitas que seu site recebe, ou o número de transações realizadas pode subir de uma hora para outra. Felizmente, a maioria das empresas que oferecem soluções em nuvens têm a escalabilidade necessária para aumentar a capacidade de armazenagem, tráfego e/ou processamento quase instantaneamente.

Tal facilidade ajuda, também, a lidar com a sazonalidade de determinadas épocas do ano, sem correr o risco de perder negócios nem desperdiçar dinheiro com recursos ociosos no restante do ano.

Outro aspecto importante é a possibilidade de melhor distribuir e avaliar os custos do seu e-Commerce. Quando você já inicia uma operação com uma estrutura grande, os custos fixos são altos e impactam a margem como um todo. Mas quando seu negócio é mais modular e pode ser expandido de acordo com o volume de transações, fica mais fácil visualizar os custos variáveis dependentes de cada aumento de vendas.

Na adaptação da empresa às mudanças do mercado, ter uma estrutura flexível possibilita responder adequadamente às novas exigências. Mas nada disso adianta se você demorar na implementação. Na semana que vem veremos por que a velocidade é fundamental.


 

Tags: , , , ,

Deixe uma resposta