Design Thinking: 10 regras de ouro

3 de Abril de 2013 Por SAP Blogs 0

O mundo dos negócios está na velocidade máxima. As pressões nos tempos de entrega, os avanços tecnológicos e a necessidade de chegar aos clientes antes e melhor que a concorrência aceleram o dia a dia das empresas.

Mas em meio a este turbilhão de tarefas, é importante estar certo de que a equipe dispõe do tempo suficiente para poder pensar de maneira criativa e analisar ideias inovadoras. Assim surge o conceito de Design Thinking, o pensamento criativo que leva a gerar negócios inovadores e descobrir novas oportunidades.

Baseados em sua experiência como pensadores criativos, os especialistas da SAP Tatjana Borovikov,  Satya Viswanathan e Johan Christiaan Peters, criaram uma lista de dez regras para impulsionar a criatividade e a inovação nas equipes.

 392732_521258014583560_8365656_n

1. Atue de mediador: Seja o intermediário entre sua equipe e outros membros da empresa. Trasmita as preocupações de sua equipe à gerência e os objetivos da gerência a sua equipe. Motive os empregados, transmita entusiasmo e energia. Diga a eles o quanto são criativos, proteja-os das pressões externas e dê a eles autonomia.

2. Confie na sua equipe: tenha confiança em que optarão pelas soluções adequadas e mostre o desafio de alcançar soluções ainda mais inovadoras. Ofereça aos membros de sua equipe o tempo e a oportunidade de demonstrar e desenvolver suas habilidades.

3. Monte uma equipe multi-disciplinar: só com pessoas que possuam diferentes  habilidades e que trabalhem por um objetivo em comum poderá ser realmente inovador. Toda a equipe deveria participar em atividades criativas desde o início do projeto.

4. Prepare-se para a incerteza: ao iniciar um projeto, deixe espaço suficiente para resultados novos e inesperados. Design Thinking é uma área pouco explorada pelo que podem surgir surpresas que impactem em seu trabalho. A busca que sua equipe realize pode deixar em aberto oportunidades que só poderão ser aproveitadas se você tem a capacidade de reformular o projeto no ato.

5. Exija exploração e aprendizagem: a inovação e o Design Thinking requerem a exploração de novos espaços e a aprendizagem de novas verdades. Isso nem sempre surge naturalmente. Transforme a aprendizagem e a exploração em uma necessidade para toda a equipe, incluindo a você. Dê a sua equipe o tempo e o orçamento suficiente para que possam realizá-lo.  

6. Lidere o processo de inovação: liderar uma equipe inovadora implica estar familiarizado com processos inovadores. Você precisa saber quando e como aplicá-los. Deve estar aberto aos desafios e novas perspectivas e ter a capacidade de modificar suas próprias percepções de ser necessário. Treine sua equipe a fazer a si mesmos a pergunta certa no momento certo: quem são seus usuários finais? Quais são suas principais necessidades?

7. Promova uma cultura de feedback: Faça com o que os membros de sua equipe opinem sobre o rendimento do resto. Não se preocupe se isso detêm de alguma maneira o trabalho; a longo prazo fará com que ganhe tempo.

8. Estimule um ambiente criativo: A criatividade requer tempo, ambiente e a atmosfera adequados. Dá lugar a experimentos para provar novas ferramentas e métodos e oferece um espaço criativo que promova o pensamento criador.

9. Siga com as ideias de sua equipe: Tenha confiança em sua equipe, apoie-os e demonstre que seu trabalho é valioso e importante. Este será um fator decisivo para obter melhores resultados.

10. Comemore os sucessos e os fracassos: Um fracasso cedo pode ser uma bênção. Se reconhecemos os erros a tempo, a equipe pode se focar em pensar ideias melhores.

Conduzir uma equipe pelo caminho mais promissor nem sempre é uma tarefa fácil. Siga os 10 conselhos dos especialistas da SAP e sua equipe será o mais inovador de sua empresa.

Tags: , , , , , ,

Deixe uma resposta