Prevendo o caminho da vitória: F1

9 de Abril de 2014 Por SAP Blogs 0

A possibilidade de mudar o mundo através da gestão de dados é uma meta que está cada vez mais próxima das empresas. A escuderia McLaren já sabe disto e renova sua aposta este ano com a tecnologia do SAP HANA.

Formula race car cresting hill on race course

Ron Dennis, Presidente da McLaren Group explica em três pontos o que isto significa:

Escalabilidade

Um carro de Grand Prix está coberto por centenas de sensores. Em uma corrida de Fórmula 1, cada automóvel coleta 6 bilhões e meio de dados. Com as analíticas em tempo real é possível colher essas informações simultaneamente, armazenando-as de forma escalável.

Velocidade

Se os dados coletados fossem pessoas, dois carros de Fórmula 1 somariam quase o dobro da população mundial. Ou seja, se fosse feita uma pergunta a cada pessoa do planeta, SAP HANA poderia responder todas em um décimo de segundo.

Em esportes como o automobilismo, onde cada milésimo de segundo pode definir a diferença entre vitória e derrota, a velocidade é tudo.

Simplicidade

Como explica Ron Dennis, “não faz sentido ter tantos dados ao seu alcance que você não possa entender”. A simplificação do HANA torna possível analisar, simular e, principalmente, prever a atividade de uma corrida. A previsibilidade em grande escala e em um décimo de segundo permite que a McLaren se adiante às mudanças para ser a primeira a alcançar as metas.

Os engenheiros e gestores da McLaren agora podem antecipar-se ao futuro das competições. Seus carros não apenas correm, mas também informam. Como administrar Big Data e tornar previsível o mundo dos negócios em menos tempo são perguntas cuja resposta hoje tem nome próprio: SAP HANA.

Tags: , ,

1 comment

Deixe uma resposta