Surpreenda e encante os clientes

6 de Abril de 2015 Por SAP Blogs 0

Hispanic woman holding gift and reading card

Acabei de chegar em minha mesa. São apenas 8 horas, mas já vi vários anúncios na TV e ouvi meia dúzia de comerciais de rádio. Minha caixa de entrada está cheia de ofertas especiais, peguei dois folhetos no capacho e recebi SMS de um restaurante local. Apesar disso, não sei dizer sobre o que trata a maioria. Como uma pessoa comum, estou exposto a milhares de mensagens de marketing a cada dia – e estou ficando muito bom em ignorá-las. São más notícias para as empresas – portanto, qual é a solução?

Como envolver os clientes?

Em recente relatório da Circle Research, li que “sucesso do cliente” revelou-se a segunda maior ambição entre as PMEs (a primeira é “crescimento dos negócios”). Então, isso ainda está na ordem do dia das empresas. Mas, se os clientes estão ignorando mensagens de marketing, como conseguir isso? Bem, como mostram as PMEs a seguir, só é necessário um pouco de criatividade.

Passe despercebido

A Good Greens fabrica barras de cereais saudáveis e saborosas. Quando foi lançada em 2011, não poderia competir com grandes orçamentos de marketing de marcas conhecidas como a Kellogg’s ou a Nestlé, de modo que campanhas caras estavam fora de cogitação. Em vez disso, o fundador Keith Pabley decidiu criar relacionamentos com os blogueiros locais. E valeu a pena. O número de comentários, menções e resultados de pesquisas da Good Greens aumentou – e logo as barras tiveram grande aceitação.

Volte aos fundamentos

Quando foi a última vez que você recebeu uma carta escrita à mão? Hoje em dia, elas são uma raridade. As mensagens são enviadas por e-mail ou SMS – até mesmo cartões de cumprimentos tornaram-se digitais. E não importa o conteúdo, nada soa mais “impessoal” do que uma fonte perfeitamente formatada. Felizmente, porém, empresas, como a Jawbone, Grasshopper e Prepwise (e muitas outras) agarraram-se a isso e retornaram à boa e velha forma de escrever com caneta e tinta. Elas enviam aos clientes ou potenciais clientes notas pessoais escritas à mão. Em troca, conseguiram vários clientes satisfeitos, tuitando muitas mensagens positivas sobre a marca.

Transforme problemas em soluções

CIL é uma empresa de tintas canadense. Ela percebeu que, embora os homens se envolvessem fortemente na compra de tintas – e no uso delas – poucos gostavam de escolhê-las. Branco é branco, certo? Para ajudar os homens a se envolverem logo de início, a CIL decidiu criar um aplicativo no Facebook e convidar pessoas a criarem nomes de cores mais “viris”. Em menos de dois meses, e com um pequeno orçamento, a campanha atraiu mais de 20 mil usuários, gerou 100 milhões de impressões online e aumentou as vendas em 10%. Por outro lado, pergunto-me como o mercado imobiliário canadense lidou com um influxo de paredes cor “espuma de cerveja” e painéis de cor “lesões de gilete”.

Esses exemplos mostram que o envolvimento do cliente foi muito além da abordagem de “vender, vender, vender”. Portanto, nada de enfiar folhetos sob minha porta nem tentar me deslumbrar com anúncios de TV chamativos – uma abordagem mais criativa e pessoal tem muito mais probabilidade de atrair atenção. Por que não dar uma chance? Isso pode ajudá-lo a realizar sua ambição de “sucesso do cliente”.

Você pode ler o relatório, “Ambição: por que a ambição é importante e como as PMEs estão atingindo suas metas”, patrocinado pela SAP, em www.urlhere.com.

FONTES:
http://barnraisersllc.com/2012/08/case-studies-prove-content-marketing-roi/
http://www.getspokal.com/top-11-most-powerful-content-marketing-examples-by-small-businesses/
http://blog.maillift.com/handwritten-notes-better-promo-items/
http://www.marketingmag.ca/brands/cil-paints-a-manly-campaign-33758
http://oursocialtimes.com/5-outstanding-facebook-marketing-case-studies/

Deixe uma resposta