Soccer team in a huddle

SAP S/4HANA: Os seis cenários mais importantes

5 de Junho de 2015 Por Andreas Schmitz 208

Seja em Finanças, em Logística ou em Marketing, os departamentos tiram o maior proveito da mudança de paradigma do Business Suite para o SAP S/4HANA. Conheça os motivos.

Não são o B2B nem o B2C que estão em voga hoje em dia, mas sim o C2B, afirma Bill McDermott na Sapphire Now, conferência da SAP em Orlando. Não são as empresas nem os executivos que determinam os rumos que os negócios vão tomar, mas sim os clientes – pondera o CEO da SAP. Consumer-to-Business: isso quer dizer que os departamentos deverão reagir cada vez mais rápido às exigências novas e individuais de seus clientes. É também o momento de encontrar soluções que estimulem a digitalização na empresa e que suportem os departamentos para que possam implementar novos modelos de negócios ou testar novos métodos.

Em que o SAP S/4HANA vai além do SAP HANA

O novo carro-chefe digital da SAP chama-se SAP S/4HANA. Diferentemente da plataforma SAP HANA, ele sozinho integra os processos digitais de todos os departamentos na empresa. A produção, a direção e as finanças passam a andar de mãos dadas. A nova suíte de negócios SAP S/4HANA inclui as redes de negócios nos processos e cumpre as condições dos três principais temas atuais de modo simples: a Internet das Coisas, a conexão em rede de dispositivos monitorados por sensores com os sistemas de TI, cuja abordagem conhecida como Segments of One permite identificar, analisar e atender clientes individuais, e a possibilidade do “lot size of one“, ou seja, o produto personalizado para os clientes.

Os benefícios para os departamentos num piscar de olhos

Os 6 cenários de aplicativos a seguir mostram como os departamentos podem lucrar com a adoção do SAP S/4HANA:

  1. Finanças: insights contínuos em números atuais
  2. Planejamento financeiro e de negócios: simular riscos das novas estratégias e processos
  3. Segment of One: considerar o cliente final como indivíduo
  4. MRP: otimizar o planejamento de necessidades de materiais
  5. Logística: aprimorar o cumprimento de prazos de remessa
  6. Indústria automotiva: poder fazer o pedido a qualquer hora

Finanças: insights contínuos sobre números atuais:

Atualmente, é habitual nas empresas que, uma vez por trimestre, um relatório detalhado parcial seja apresentado. Com base nesses relatórios, a gerência decide sobre investimentos futuros. No último ano, a SAP realizou o “Soft Close”, ou seja, o fechamento do mais custoso de todos os relatórios – o encerramento anual – em 6 dias em vez de 12 com a ajuda do Simple Finance 1.0. “Uma pequena parcela dos processos iterativos permanece até hoje, apenas dos modelos de dados facilitados”, afirma Sven Denecken, responsável por Coinovação e estratégia do S/4HANA na SAP, e que acredita que, com o Simple Finance 2.0, aproximamo-nos de um encerramento sem nenhuma perda de tempo. Assim, com o apoio do Simple Finance 2.0:

      • existe pela primeira vez um diário (geral) central para as áreas de Finanças e Controlling
      • todas as operações de lançamento são agrupadas em tempo real
      • há uma contabilidade financeira central, que pode inserir e avaliar dados de sistemas existentes de terceiros

O benefício para os departamentos:

Os números atuais não são apresentados apenas ao chefe do departamento financeiro da empresa no momento, mas também ao diretor de logística, ao diretor de serviços e ao chefe de marketing. “Essa transparência eleva a discussão sobre os investimentos a um nível totalmente diferente”, afirma Denecken, gestor da SAP. Com base nos dados em tempo real, um vendedor também pode decidir, em seu contato com os clientes, se a oferta já está fechada ou se descontos ainda são possíveis. A soberania da contabilidade financeira dá um passo adiante, garantindo uma nova liberdade de decisão.

Dados e fatos:

– A SAP economiza, por encerramento de trimestre, 400 horas de trabalho

– A análise é cerca de 86% mais rápida em comparação com o Business Suite

– Empresas orientadas ao mercado levam a cabo seu encerramento anual cerca de 26% mais rápido do que outras empresas, com custo 61% menor (benchmark do SAP Value Engineering)

  1. Simular riscos de novas estratégias e processos:

A ligação entre a empresa e a contabilidade financeira foi estabelecida. Com isso, são possíveis modelos com base nos quais os efeitos de novas estratégias e processos podem ser executados em tempo real. Se a empresa decidir-se por investir em um novo projeto, será possível avaliar, durante a decisão, como ele se comportará em relação à liquidez total da empresa. De especial importância são também alguns parâmetros e cálculos aproximados da margem e da evolução do faturamento. “Empresas antes conservadoras, que tradicionalmente seguiam o caminho dos negócios B2B, conhecem vez mais o cliente final”, afirma o especialista da SAP Denecken. “Isso geralmente exige novos processos, alinhados a um forte crescimento.” Já aqui é essencial estar informado imediatamente sobre as mudanças nos novos negócios para que seja possível reagir o mais cedo possível às tendências. Avaliação do serviço em vez de serviço direto, outros índices, novos contratos: eis as maiores necessidades de ajuste.

O benefício para os departamentos:

A contabilidade financeira, por natureza, suspeita de novos modelos de negócios, então faz-se necessária uma argumentação convincente. Ainda mais difícil é quando os modelos de negócios são “disruptivos” e, portanto, funcionam segundo regras totalmente novas. Simulações transparentes do novo negócio potencial mostram as consequências sobre a situação econômica geral da empresa. Fatos e análises exatos são, para a contabilidade financeira, argumentos mais convincentes do que apresentações sofisticadas. Novos negócios e novos modelos de negócios tornam-se possíveis mais facilmente.

  1. Considerar o cliente final como indivíduo:

O setor de bens de consumo é o pioneiro no qual os outros setores se espelham: “Segment of One” significa a estratégia que coloca os clientes no ponto intermediário. As empresas concentram-se em:

      • conhecer o máximo sobre seus clientes para que seja possível fazer ofertas personalizadas
      • dirigir-se aos clientes com base no contexto. Não importa se o cliente entra na loja com seu smartphone ou se vê pela terceira vez o mesmo produto na Internet, o marketing de tempo real só o alcançará com ações promocionais e cupons de desconto. O sistema agrupa dados estruturados, como o histórico de compras, dados não estruturados provenientes de redes sociais e conteúdos compartilhados na Internet.

A particularidade trazida pela adoção do SAP S/4HANA é que os históricos de compras dos clientes não ficam disponíveis exclusivamente para o marketing, mas para qualquer área da empresa. “Tudo acontece na mesma plataforma e apresenta um comportamento de usuário geral”, afirma o especialista em S/4HANA Sven Denecken. “No Business Suite, há módulos separados para Finanças, Vendas e Marketing. Com o SAP S/4HANA, fazemos tudo em conjunto.”

O benefício para os departamentos:

Quando um cliente deseja comprar alguns produtos, não é só o histórico dele que fica disponível. É possível representar que efeito essa compra tem no desempenho da empresa em geral ou de departamentos em particular, e que manobras podem ser realizadas com base nessas determinações. Tais reações, na maior parte das vezes, só podiam ser medidas uma vez no trimestre.

Dados e fatos:

O SAP Value Engineering determinou que a observação do cliente em sua totalidade pela empresa

      • gerou aumento de 24% no orçamento por meio de novos clientes;
      • gerou crescimento de 30% na participação no mercado;

e economia de 22% com despesas de pessoal

  1. Otimizar o planejamento de necessidades de material

O desafio no planejamento de necessidades de material está em sempre pedir apenas a quantidade exata necessária para a montagem dos produtos e, assim, manter os custos de depósito no menor nível possível. Compras, vendas, produção, depósito: todos devem contar um com o outro. Por um lado, processos de produção como pedidos planejados, solicitações de pedidos, pedidos efetivos e prazos de entrega não devem ser perdidos de vista, e por outro, tampouco os pedidos de venda, previsões de necessidades e acordos com fornecedores. Esse desafio logístico exige uma sincronização dos processos no depósito, assim como na avaliação e no planejamento de necessidades. O SAP S/4HANA cumpre o pré-requisito de que tanto os estoques em depósito como os planejamentos de necessidades estejam sincronizados um com o outro, e para que dados e análises completos também possam ser utilizados em toda a empresa.

O benefício para os departamentos:

      1. O planejamento de necessidades de material não acontece mais durante a noite, mas sim em tempo real. Então, é possível reconhecer mais rápido gargalos produtivos e otimizar áreas de depósito.
      2. O planejamento está em condições de considerar locais de produção completos e cadeias de suprimento externas.
      3. Um buffer de segurança nos depósitos não deve ser evitado. Não obstante, simulações e avaliações ajudam a controlar capacidades e quantidades sob demanda até o momento – e precisamente com base em modelos de dados facilitados e informações em tempo real do SAP S/4HANA sobre todas as divisões e processos de negócios das áreas de finanças, vendas e compras.

Dados e fatos:

      • Rotação de estoque aumentada
      • Maior confiabilidade de entrega
      • A produção é acelerada em até 50%
      • Aumento na velocidade dos processos em mais de 90%
  1. Aumentar a confiabilidade da entrega

A cadeia de suprimentos abrange desde o planejamento e a produção até a embalagem e a entrega final do produto. Diferentes fornecedores e prestadores de serviços trabalham em conjunto nesses processos. “O que devo considerar na cadeia de suprimentos quando faço uma promessa?” Segundo Sven Denecken, gerente da SAP, essa é a pergunta central que uma “alocação inteligente dos recursos” exige. Se um componente importante não for entregue, será necessário, por um lado, poder replanejar com rapidez e, por outro, colocar os responsáveis a par da situação no processo. Especialmente nos bastidores, em que os produtos atualmente são vendidos cada vez mais como serviços, (ar em vez de compressores, tempo de execução em vez de aparelhos), a reação rápida aos incidentes tem um papel decisivo. Os processos são significativamente conectados à rede de negócios, por meio da qual a cadeia de suprimentos completa é monitorada.

O benefício para os departamentos:

Mais rapidez para descobrir onde os gargalos produtivos ocorrem, propostas automatizadas sobre como esses gargalos podem ser remediados, bem como a possibilidade de, por meio de um rápido replanejamento, cumprir o prazo de entrega: o SAP S/4HANA facilita esse processo, pois o software disponibiliza dados atuais sobre todos os processos de negócios do parceiro de remessas, provenientes da rede de negócios e das divisões internas.

  1. Poder fazer o pedido a qualquer hora

Lot size one: assim é chamado o objetivo das montadoras de automóveis ou de motocicletas de que seus clientes não apenas possam produzir o produto de sua escolha, como também possam fazer mudanças desejadas segundos antes do início da produção. O que é significativo do ponto de vista do marketing é um grande desafio para a produção. “Ela deve ser administrada de maneira diferente – o cliente final de certo modo determina o tipo da produção e o controle dos fornecedores”, declara Sven Denecken, da SAP. Esse princípio exige que cada peça individual já esteja registrada no sistema no segundo em que ela é retirada da prateleira no depósito e utilizada em uma solicitação. Só assim evita-se que, no mesmo segundo, um outro cliente queira ter exatamente essas raras rodas de liga leve para seu carro. Não basta sincronizar os depósitos apenas à noite.

Benefícios para o departamento:

Os dados do depósito são constantemente atualizados, e por conta disso é possível reduzir o estoque de segurança no depósito. Particularmente interessante é, sobretudo, a possibilidade de planejar em tempo real e de fazer previsões. Apenas com essa transparência é possível atender aos desejos do cliente em um prazo ainda menor. Isso aumenta a confiabilidade da entrega consideravelmente e garante a fidelização do cliente.

Exemplos de clientes, perguntas frequentes e sugestões de webinar, assim como webcasts com os primeiros clientes de referência ou considerações de analistas podem ser encontrados aqui.

Você pode conferir aqui uma versão de teste de 14 dias.

 

Fonte da imagem: Shutterstock

Tags: , , , , ,

Deixe uma resposta