Soccer team in a huddle

3 habilidades que os Millennials NÃO têm (e que podem ser uma vantagem)

1 de Outubro de 2015 Por Ivy Leça 247

Os Millennials são multitarefa, adoram compartilhar tudo e são otimistas; por outro lado, podem ser mais distraídos e egocêntricos do que as gerações anteriores. Assim como qualquer “Baby Boomer” ou “Geração X”, os Millennials têm qualidades e deficiências que impactam seus resultados no mercado de trabalho. No entanto, algumas carências podem ser vistas como grandes vantagens no fim das contas.

Experiência profissional

A maioria dos Millennials que acaba de pegar seu diploma da faculdade possui um currículo bem recheado com intercâmbios no exterior e trabalhos voluntários, mas eles não têm um dos itens que estão no topo da lista dos recrutadores: experiência de trabalho real.

O desafio dos gestores é olhar além do tradicional e enxergar o valor da experiência fora do ambiente de trabalho. Se um Millennial trocou a possibilidade de estagiar durante as férias por uma viagem internacional para ajudar uma organização sem fins lucrativos, imagine quantas habilidades foram necessárias (e aperfeiçoadas) para realizar esse trabalho: capacidade de comunicação, adaptabilidade, organização, tomada de atitude, aptidão para gerenciamento de projetos, entre tantas outras. Parece o perfil do talento que você gostaria de ter na sua empresa?

Paciência

Millennials foram criados na era do real-time: informações e serviços estão na palma da mão e são entregues em segundos. Criados sob a visão paternalista dos Baby Boomers e da Geração X, eles tiveram muito mais atenção do que as outras gerações, com supervisão constante e vidas bem estruturadas. Todos esses pontos os deixaram impacientes. Querem tudo e querem agora.

No entanto, toda essa ansiedade e inquietação não são necessariamente ruins para o trabalho. Millennials não querem perder tempo na fila do banco ou esperar uma mesa vagar em seu restaurante favorito. Por isso, eles estão desenvolvendo maneiras de fazer tudo com mais eficiência e rapidez. Eles estão pagando as contas pela internet e pedindo comida pelo aplicativo no smartphone. Esse senso de urgência pode ser o combustível para otimizar processos e simplificar o dia a dia dos negócios, tornando-o mais fácil e mais produtivo.

Separação entre trabalho e vida pessoal

A geração Millennial não está conectada, ela é conectada. Millennials estão nas redes sociais não apenas para falar com os amigos, mas para se engajar e construir relacionamentos com seus colegas de trabalho. Eles não estão tentando separar trabalho e vida pessoal, pois entendem que podem gerenciar os dois, provavelmente de seus smartphones, em qualquer lugar e a qualquer momento.

Para eles o trabalho não é apenas das 9 às 5. Eles podem demorar um pouco mais no horário de almoço, mas respondem mensagens depois do expediente sem problemas, pois é conveniente.

Tags: , ,

Deixe uma resposta