Soccer team in a huddle

O que os próximos 10 anos reservam para a Logística

24 de Novembro de 2015 Por Ivy Leça 160

Tecnologias que devem impactar o transporte e a logística

A transformação tem estado mais ligada à evolução das tecnologias que já conhecemos do que aos novos inventos. As duas grandes apostas em tecnologias que devem revolucionar o setor de logística são a Internet das Coisas (IoT) e a impressão 3D.

A IoT já permite que empresas, parceiros e clientes recebam informações de tráfego e serviços em seus dispositivos móveis em tempo real. Para ampliar o poder de transformação digital dessa tecnologia, a tendência é que todos os processos sejam digitalizados. Tudo isso vai contribuir para uma coleta de dados mais completa e efetiva, e com mais informações é possível, entre outras coisas, otimizar o tráfego, simplificar operações de cadeia de abastecimento e logística e aumentar a capacidade das empresas de lidar com grandes volumes de mercadorias, por exemplo.

Um artigo recente da Forbes – “2015 Roundup of 3D Printing Market Forecast and Estimates” – apresenta diversos dados sobre o crescimento e aplicação da impressão 3D no mercado. Segundo o texto, estima-se que 67% da indústria manufatureira americana já está usando impressoras 3D. Destes, 28,9% estão experimentando determinar como essa tecnologia pode ser perfeitamente integrada aos seus processos de produção. O Serviço Postal dos EUA (USPS) estima que transformar os centros de processamento de correio em centros de impressão 3D poderia gerar um aumento de U$ 646 milhões em receita.

É preciso trocar o olhar curioso sobre essas tecnologias por uma visão mais estratégica que pode mudar ou criar novos modelos de negócio.

Mais velocidade e economia com crowdsourcing

No e-commerce a maior vantagem competitiva está na velocidade. As empresas estão cada vez mais reduzindo seus prazos de entrega de uma semana para dias, ou para o mesmo dia e até mesmo em horas. Garantir essa velocidade pode implicar nos custos, uma vez que a empresa não pode esperar o caminhão atingir sua capacidade máxima para sair para entrega. Por isso, uma das novidades mais interessantes, e que deve se popularizar no decorrer dos próximos 10 anos, é o serviço crowdsourcing de entrega. A ideia é semelhante a um Uber de entregas. De acordo com um levantamento divulgado pela Logistics Viewpoint, as entregas crowdsourced estão ganhando força: 27,7% dos varejistas indicaram que têm planos de adotar essa tecnologia no futuro.

Mais entrega de valor

Graças a essa demanda por velocidade, as empresas estão investindo em tecnologia não apenas para entregar rapidamente, mas também para entregar mais valor antes mesmo do produto chegar ao consumidor. Até mesmo as pequenas transportadoras estão adotando softwares que permitem que o consumidor acompanhe em tempo real o rastreamento de seus pedidos. Esse tipo de serviço, muito em breve, deixará de ser um diferencial para ser um essencial no setor de logística.

Esses são apenas alguns insights sobre o que a tecnologia reserva para o futuro da logística. Quais são suas apostas?

Tags: , ,

Deixe uma resposta