Soccer team in a huddle

Tendências de consumo para 2016

5 de Janeiro de 2016 Por Ivy Leça 286

De todas as listas de “tendências para 2016”, esta será provavelmente uma das mais úteis para seu planejamento de negócios neste novo ano. Tendências de consumo são importantes guias para elaboração de estratégias em diferentes setores de um negócio.

Nas áreas de desenvolvimento, compras e aquisições ou marketing, ter visibilidade sobre as expectativas dos clientes é uma grande vantagem. Confira a seguir quatro insights que poderão iluminar suas ideias a respeito dos novos padrões de consumo a partir de 2016:

Onipresença sim, mas dentro de um contexto

Muito tem se falado sobre omnichannel. Definitivamente o conceito é uma tendência para 2016 e os anos seguintes. No entanto, as estratégias para chegar ao cliente devem se concentrar menos no como e mais no por quê. O foco deve estar nas necessidades dos clientes e não nas possibilidades que a tecnologia oferece.

Sua estratégia omnichannel deve começar na demanda do cliente. Em seguida, deve questionar se os canais existentes são capazes de satisfazer as necessidades e desejos dos seus clientes. Finalmente, imagine novos contextos. Lembre-se: mais importante do que estar em todo lugar a todo o momento é estar no lugar certo na hora certa.

Cultura interna e uma marca ética e sustentavelmente responsável

A jornada rumo a um consumismo mais sustentável e ético continua inabalável. A partir de 2016, os consumidores estarão cada vez mais bem informados sobre sua empresa além das suas campanhas de marketing. Emissões de gases, corrupção, trabalho escravo e produtos contaminados foram as manchetes de algumas marcas famosas que perderam muito graças ao acesso à informação e ao engajamento dos novos consumidores da economia digital. Chegou o momento das empresas olharem primeiro para dentro para garantir que sua cultura interna esteja sendo aplicada em todos os processos e no negócio como um todo.

Mesmo preço. Mais valor. Nova perspectiva

Em 2016, com as recentes mudanças no cenário econômico mundial, os consumidores estarão mais atentos aos preços. Por isso será preciso reposicionar seu produto ou serviço, a fim de oferecer uma nova perspectiva de valor. Conduzindo essa tendência estão os novos mecanismos de financiamento, modelos de negócios e inovações digitais.

Vemos na indústria da música um exemplo de como os conceitos de preço e valor já estão mudando. As pessoas estão cada vez menos dispostas a pagar pela música de um artista famoso em uma plataforma de áudio e mais dispostas a financiar diretamente um novo projeto musical independente por meio de crowdfunding.

Mas como reformular seu produto ou serviço para que ele se torne algo completamente diferente, a fim de proporcionar uma mudança de perspectiva sobre o valor que você oferece? Em abril de 2015, a companhia aérea francesa Transavia reformulou o valor dos seus voos de baixo custo por meio de uma campanha que comparou os preços dos bilhetes com decisões de compras casuais em um mercado, por exemplo. A companhia aérea transformou pacotes de salgadinhos e doces em passagens. Os produtos foram vendidos em vending machines e custaram entre EUR 30 e EUR 40. Os clientes que compraram os produtos poderiam usar um código impresso no pacote para garantir um voo para Barcelona, Lisboa ou Dublin.

A tecnologia inteligente vai facilitar nossas vidas

A partir de 2016, um número crescente de consumidores vai exigir que as marcas utilizem as tecnologias de inteligência artificial, cada vez mais poderosas e acessíveis, para colocar produtos e serviços verdadeiramente inteligentes e úteis em suas vidas. As marcas devem parar de ver o mundo através da tecnologia, e começar a ver a tecnologia através das necessidades humanas básicas.

Para isso, sua empresa não precisa ter um setor interno dedicado exclusivamente à inteligência artificial, pode em vez disso pensar no que seus clientes estão tentando fazer. Como usar algumas inovações digitais inteligentes para ajudá-los? Os seres humanos têm limites, suas expectativas não. Talvez tecnologia inteligente seja o caminho para atingi-las.

Esses são apenas alguns insights sobre as tendências de consumo que são esperadas a partir de 2016. Sua empresa está pronta para atender essa nova demanda?

Tags: , , , , ,

Deixe uma resposta