Soccer team in a huddle

Cinco coisas que as marcas precisam saber sobre a nova geração de Centennials

18 de Novembro de 2016 Por Ivy Leça 62

Esqueça um pouco a geração Y, chegou a hora de focar nos Centennials! Também conhecida como geração Z ou pós-Millennials, ela é formada por jovens nascidos a partir de 1997. Muito mais do que um grupo de pessoas de uma determinada faixa etária, os Centennials são identificados pelas peculiaridades da sua geração.

Eles fazem parte da primeira geração que não sabe como era a vida sem internet e mídias sociais, todos nasceram na era da conectividade, da mobilidade, da informação. Eles também são a geração mais diversificada da história, étnica, cultural e racialmente falando.

Esses fatores, associados às características comportamentais dos Centennials, criam um novo terreno a ser explorado pelas marcas. Como engajar e conquistar essa nova geração?

Consumo de conteúdo

Conteúdo via áudio está voltando a fazer sucesso. A geração Z é uma grande consumidora de áudio, seja música, audiobooks ou podcasts. Mas não se engane, eles não vão abandonar as telas: os Centennials alternam frequentemente entre até cinco telas de uma só vez, seja smartphone, tablet, TV, computador, videogame, etc.

Apesar de boa parte dos Centennials preferir fazer compras em lojas físicas (um dos motivos pode ser que eles são muito jovens – em 2016, os mais velhos estão na faixa dos 19 anos – para ter um cartão de crédito para compras online), certamente os smartphones fazem parte do hábito de consumo dessa geração. Eles utilizam apps para comparar preços e buscar reviews das lojas antes de tomar a decisão de compra.

Responsabilidade e privacidade

Nativos digitais, os Centennials entendem as implicações de uma postagem descuidada ou de um tweet desrespeitoso. Eles são mais cuidadosos com sua vida online e cada vez mais adeptos das mensagens privadas ou de aplicativos com opção de autodestruição, como o Snapchat, por exemplo. Eles priorizam sua privacidade, portanto não querem empresas vigiando suas ações online sem permissão para enviar um cupom de desconto em um produto no qual ele estava interessado, por mais atrativo que isso possa parecer.

Empatia e propósito

Crescendo em um mundo cada vez mais diversificado, os Centennials estão levantando bandeiras e defendendo a diversidade. Eles são mais empáticos e tolerantes com as diferenças, e também querem isso das marcas. O que aquela empresa está fazendo para melhorar o mundo em que vivemos?

Eles são menos preocupados com moda e consomem menos roupas. Isso pode ser um reflexo da liberdade da autoaceitação tanto física como de estilo, e também da maior preocupação com a redução do consumo desenfreado. Os Centennials estão mais envolvidos com os propósitos das empresas, enxergam as marcas como conceitos, muito mais do que produtos ou serviços.

Finanças

Eles são mais interessados nas suas finanças. Não quer dizer necessariamente que os Centennials tenham muito conhecimento do mundo financeiro, mas certamente eles são mais preocupados em saber cuidar do seu dinheiro do que as gerações que os antecedem. São jovens mais responsáveis financeiramente, mais cautelosos com gastos e adeptos de apps e internet banking para controlar seus gastos.

Personalização

Assim como os Millennials, os Centennials querem ser vistos como um indivíduo e não apenas mais um cliente dentro de um nicho de mercado. Essa necessidade de individualização e personalização da jornada do cliente continuará sendo fundamental para que as marcas conquistem seus clientes.

Sua marca está pronta para entender e conquistar essa nova geração de consumidores?

Tags: , , ,

Deixe uma resposta