SAP AG Registou 1.5 Mil Milhões de Euros de Receitas no Primeiro Trimestre de 2001, Representando um Crescimento de 29%

April 23, 2001 by SAP News 0

LisboaA SAP AG, fornecedor líder de soluções de e-Business, anunciou recentemente, no âmbito dos resultados económicos do primeiro trimestre de 2001, receitas na ordem dos 1.5 mil milhões de Euros, o que representa um crescimento de 29% comparativamente com os 1.2 mil milhões de Euros alcançados durante o período homólogo em 2000. Os ganhos antes de taxas, depreciações e amortizações atingiram o montante de 259 milhões de Euros.

Neste último trimestre de exercício, a SAP registou receitas líquidas de 117 milhões de Euros, o que significa cerca de 109% de crescimento comparativamente aos 56 milhões de Euros observados no mesmo período de 2000. As receitas operacionais antes de impostos para o programa de direitos de accionistas para os empregados (STAR e LTI) aumentaram 82% para 233 milhões de Euros, o que resultou num melhoramento da respectiva margem operacional para cerca de 15%.

"A oferta de produtos da SAP está cada vez mais ampla e com mais funcionalidades. A nossa estratégia focada no e-Business está a ser bem sucedida à medida que aumentamos a nossa liderança tecnológica e de mercado", referiu Hasso Plattner, Co-Chairman e CEO da SAP AG. "Esta estratégia combinada com o nosso conhecimento do mercado, permite aos nossos clientes obterem o melhor retorno de sempre do investimento realizado em software".

As vendas na região EMEA subiram 31% perfazendo um total de 796 milhões de Euros (2000: 608 milhões de Euros) e na região Asia-Pacífico as receitas registaram um aumento de 28%, num total de 178 milhões de Euros (2000: 139 milhões de Euros). Na América as vendas cresceram 26% para 550 milhões de Euros (2000: 436 milhões de Euros).

"A SAP está bem posicionada para competir num mercado de software cada vez mais complexo e com maiores desafios", referiu Henning Kagermann, Co-Chairman e CEO da SAP AG. "Tornámo-nos mais eficientes e a nossa força de vendas está cada vez mais melhor preparada para demonstrar as vantagens competitivas oferecidas pelas nossas soluções de e-Business. A nossa actuação geográfica reflecte-se naturalmente nas receitas das nossas vendas".

Apesar do ambiente actual ser um desafio constante, a SAP permanece confiante acerca das expectativas para as suas operações nos três primeiros trimestres deste ano. Para os primeiros nove meses de 2001, com término em 30 de Setembro, a companhia prevê que as suas receitas vão ultrapassar ligeiramente a taxa de crescimento de 23% alcançada no ano de 2000. Prevê-se um aumento das margens operacionais (antes do programa STAR e custos de aquisição associados) para os primeiros nove meses de 2001 na ordem dos 1-2 pontos percentuais, comparativamente aos 14% atingidos ano anterior.

As vendas de produto registaram um crescimento, durante o primeiro trimestre, de 27% para 943 milhões de Euros (2000: 742 milhões de Euros). As receitas de licenciamento cresceram 24% para 458 milhões de Euros (2000: 369 milhões de Euros), enquanto as receitas de consultadoria cresceram 38% para 458 milhões de Euros (2000: 332 milhões de Euros). As receitas de formação experimentaram um crescimento de 15% , tendo alcançado o montante de 109 milhões de Euros (2000: 95 milhões de Euros).

Pela primeira vez, a SAP revela informação adicional sobre as receitas de algumas soluções de software específicas. As vendas de software referentes ao mySAP CRM (Customer Relationship Management) alcançaram quase 67 milhões de Euros, enquanto as receitas relativas ao mySAP SCM (Supply Chain Management) totalizaram cerca de 103 milhões de Euros. Estes valores incluem as receitas dos contratos de soluções assim nomeados, bem como as receitas dos contratos baseados em soluções integradas.

Este crescimento do valor da facturação da SAP foi sustentado pelo crescimento da sua estrutura de recursos humanos que aumentou para 25,218 em 31 de Março de 2001, o que representou um incremento de 14% em relação ao mesmo período do ano anterior. Desde 31 de Dezembro de 2000, a SAP incorporou mais de 1.000 novos empregados.

Tags: