Receitas da SAP Portugal em 2001 ascendem a 46,755 milhões de euros

April 4, 2002 by SAP News 0

A SAP Portugal ganha quota de mercado e cresce na ordem dos 19%, num mercado que tem crescido muito lentamente
83% dos novos contratos, celebrados em 2001, são referentes à plataforma de e-business mySAP.com
Importante crescimento verificado no Sector Público

LisboaA SAP Portugal, o fornecedor líder de soluções de e-business, encerrou o exercício fiscal correspondente ao ano 2001 com uma facturação global de 46,755 milhões de euros (excluídas as receitas do SAPPHIRE 2001 e segundo o modelo USGAAP), o que representa um aumento de 19% face aos 39,184 milhões de euros alcançados em 2000.

A Rentabilidade gerada por estes resultado foi de 21,3%, valor que representa um crescimento de 34% em relação ao verificado em igual período do ano anterior (15,9%).

As Receitas de Produto em 2001 cresceram 17%, para 34,061 milhões de euros (29,202 milhões em 2000), com as Receitas de Serviços a crescerem 23%, para 11,068 milhões de euros (9,013 milhões em 2000).

Para estes resultados contribuiu muito o êxito da plataforma de e-business da SAP, bem como o desempenho das soluções SAP no Sector Público. Durante o ano 2001, 83% dos novos contratos celebrados pela SAP Portugal foram contratos de fornecimento da solução mySAP.com.

Em relação ao Sector Público, a SAP viu o seu número de clientes em Portugal aumentar durante o ano de 2001. A SAP, que nesta área estratégica já tinha clientes como, por exemplo, a Câmara Municipal de Lisboa, a Marinha de Guerra Portuguesa e a Universidade de Coimbra, tem como novos clientes durante o presente ano, o Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social, o Instituto de Gestão Financeira e Patrimonial da Justiça, o Instituto Nacional de Administração (INA), a Assembleia Legislativa Regional da Madeira, a Câmara Municipal de Oeiras e os Serviços Municipalizados de Água e Saneamento (SMAS) de Almada.

No período em análise, a SAP ampliou a sua carteira de clientes e viu aumentar a re-compra de novas soluções pela sua base instalada, celebrando 53 novos contratos. Tal facto assenta no elevado grau de confiança depositado pelos clientes quer na SAP quer nas soluções que fornece, como sendo as que melhor respondem aos requisitos do mercado. Pode, pois, afirmar-se que a estratégia de expansão e evolução na base instalada está a atingir os resultados expectados.

Contando actualmente com um número superior a 680 clientes, destaque para alguns dos novos contratos obtidos em 2001, para além dos já referidos acima, bem como para alguns dos clientes que evoluíram para mySAP.com: Águas de Portugal, AIP, Armazéns GEMA, Bluepharma, Centralcer, Cimpor, Contentia, GCT (ex-Grula), ILMA (Indústria de Lacticínios da Madeira), Imprensa Nacional da Casa da Moeda, JABA, Jerónimo Martins, MECI, Mundial Confiança, Porto Bay Hotels & Resorts e Tecnilab, entre outros.

José Duarte, Director-Geral da SAP Portugal, acredita que “os resultados que alcançámos se baseiam em 3 factores-chave de sucesso: focus no cliente, tecnologia de ponta e capacidade de execução. Em suma, a melhoria da nossa performance resulta de Clientes satisfeitos, Colaboradores empenhados e Parceiros comprometidos, que investem e procuram novas oportunidades de negócio.”

Este crescimento do valor da facturação da SAP em Portugal foi sustentado pelo crescimento da sua estrutura de recursos humanos, que aumentou de 104 empregados, em 2000, para 128, em 2001.

Objectivos para 2002

A SAP espera que 2002 seja outro ano repleto de desafios, na medida em que os padrões de venda de software continuam perturbados, num ambiente económico ainda conturbado. Para o exercício em curso, a SAP Portugal espera crescer a um ritmo sustentado e manter a liderança nas áreas de negócio de Portais, e-Procurement e Marketplaces, pretendendo reforçar cada vez mais a sua posição no mercado de CRM.

Por outro lado, a SAP Portugal vai dar a conhecer o Novo Modelo de Parcerias, que marca um realinhamento dos parceiros face à oferta actual da SAP, que é muito vasta e no âmbito da qual se torna necessário que os parceiros tenham diferentes graus de especialização.

Destaque igualmente para o regresso do SAPPHIRE, o maior evento europeu de e-business, que vai ter de novo Lisboa como palco, sendo a primeira vez na história que se repete o local de realização deste mega-evento, o que acaba por reflectir o grau de satisfação alcançado pela edição de 2001, e pelo trabalho da subsidiária portuguesa.

Outras Informações relativas a 2001

  • O Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social implementou um Sistema de Informação Financeira (SIF) para adaptação ao EURO e POCISSSS – Plano Oficial de Contabilidade das Instituições do Sistema de Solidariedade e Segurança Social. Este sistema assenta na solução integrada mySAP.com da SAP nas vertentes orçamental, contabilística, financeira e administrativa, através de uma componente aplicacional específica para o Sector Público e serve um conjunto de cerca de 1000 utilizadores, dispersos pelos diversos Serviços Centrais, Regionais, Distritais dos Institutos, Direcções e Caixas que integram o Sistema de Segurança Social. Destaque-se também a implementação da aplicação de Gestão de Contas Correntes, no âmbito do sistema de gestão integrada das dívidas ou pagamentos que cada contribuinte tem ou fez junto da Segurança Social, independentemente da Região em que se insere. Ou seja, graças à solução da SAP específica para o Sector Público e Gestão de Contas Correntes assiste-se ao endereçamento das necessidades do Sistema de Gestão de Contribuintes na Segurança Social, que tem como objectivo a criação da figura do Contribuinte Nacional Único.
  • Durante o ano de 2001 foi também implementado, na EDP, o projecto denominado “ClienteMais”, suportado pela maior instalação de mySAP Utilities no mundo, desenvolvida especialmente para este sector específico e que permite modernizar a rede comercial junto do cliente, através das funcionalidades de Customer Care e Service System. Este projecto contemplou ainda o sub-projecto designado por “Cliente On-Line”, baseado num cenário Business-to-Consumer, que permite aos clientes da EDP inserir a leitura do contador e consultar facturas, consumos, leituras e conta-corrente via Internet.
  • O Grupo Jerónimo Martins, utilizador desde 1998 das soluções SAP R/3 e mySAP Retail, decidiu recentemente adoptar a plataforma integrada, mySAP.com. A adopção do mySAP.com por parte do Grupo JM estendeu-se a todas as unidades operacionais de retalho do Grupo, representando um universo total superior a 3.000 utilizadores.

Tags: