SAP Strategic Solutions: Sector Público e Mercado Empresarial protagonistas por um dia

March 19, 2003 by SAP News 0

Vertente da responsabilidade social assume especial relevância para a SAP, estando igualmente presente a Directora Representante das Nações Unidas em Portugal

Lisboa– A SAP Portugal realiza, hoje e amanhã, o SAP STRATEGIC SOLUTIONS, o mais importante evento anual da SAP organizado a nível nacional e para o qual foram recebidas mais de 1.100 inscrições para os dois dias. Subordinado ao tema "Da Eficiência à Rentabilidade", este evento, que terá lugar no Centro de Congressos do Estoril, contará com a participação de mais de 70 oradores, em representação de 34 empresas, incluindo SAP, Clientes e Parceiros.

Nos dias que correm, qualquer entidade tende a olhar para o Investimento em Tecnologias da Informação como algo que deve trazer Valor para o seu negócio, bem como a identificar quais os Benefícios que resultam desses investimentos. Estamos na "era do ROI" – o Retorno do Investimento, e este evento pretende realçar isso mesmo, embora não se resuma somente a esse aspecto.

No dia 19 de Março, exclusivamente dedicado ao Sector Público, a abertura do evento será realizada por Joaquim Jesus Santos, Director-Geral da SAP Portugal, seguida pelo nosso convidado de honra, Diogo Vasconcelos, Presidente da Unidade de Missão Inovação e Conhecimento (UMIC), que fará uma apresentação sobre os “Desafios e Prioridades do Governo para uma Administração Pública mais eficaz”. Ainda antes do intervalo, será a vez de Tom Shirk, Presidente da SAP para o Sector Público, fazer uma exposição sobre a “Visão da SAP para o Sector Público”. As propostas e visão da SAP, na óptica do e-Government, serão os pontos fortes desta palestra, realizada em inglês com tradução simultânea.

A parte da manhã ficará completa com a realização de uma mesa de debate, moderada pelo Director da Publicação Inter.face Administração Pública, Simões Monteiro. Este debate pretende abordar os “Benefícios Tangíveis na Modernização da Administração Pública Portuguesa” e contará com a participação de Ricardo Carvalho da Câmara Municipal de Lisboa, Miguel Almeida da Câmara Municipal de Sintra, João Pedro Bento do Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social, Rosa Sofia Lima da IBM Business Consulting Services e João Pereira da SAP Portugal.

Da parte da tarde, decorrerão quatro sessões em paralelo, num total de 16 apresentações. De entre estas, destacam-se as apresentações da Câmara Municipal de Sintra, do SMAS de Sintra e os Case Studies do Instituto de Religiosas de San José de Gerona e da Universidade de Coimbra, que irão relatar as suas experiências como utilizadoras do software de gestão SAP.

No dia 20 de Março, a introdução ao Seminário, dedicado exclusivamente ao Mercado Empresarial, estará a cargo de Joaquim Jesus Santos, Director-Geral da SAP Portugal, sendo seguida pela apresentação do nosso convidado de honra, Prof. António Nogueira Leite, Economista e Professor da Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa, que irá abordar o tema “A Competitividade do nosso País – O Objectivo de um Projecto Nacional”. Seguidamente, é apresentada a palestra de Léo Apotheker, Presidente Global Field Operations da SAP AG, subordinada ao tema do evento.

Ainda durante a manhã, realizar-se-á uma mesa de debate dedicada ao tema “Benefícios Tangíveis, Experiências Reais de Máximo Retorno com Mínimo Risco”, que terá a participação activa de Manuel Ferreira da Galp eNova, Jorge Quintas da M Dados (Grupo José de Mello), Nuno Aroso da Unicer, João Pacheco de Castro da IBM Business Consulting Services e de Joaquim Jesus Santos da SAP Portugal. Este debate terá a moderação de Hermínio Santos, Director do Diário Digital. A parte da manhã terminará com a apresentação de José Manuel Soares da SAP Portugal sob o tema “A Era pós-ERP – Sabe qual a melhor direcção para o seu negócio?”

Da parte da tarde, decorrerão quatro sessões em paralelo, num total de 16 apresentações. De entre estas, destacam-se as apresentações de Clientes SAP, tais como: Águas de Portugal, AIP, Caves Aliança, EDP, M Dados, Metropolitano de Lisboa, PT Comunicações e TMN, que irão relatar as suas experiências como utilizadoras das soluções e serviços SAP.

Entre os parceiros da SAP, a alguns dos quais também cabe a realização de apresentações temáticas, está presente uma importante representação de empresas do sector de hardware, de tecnologia e de consultoria, como a Accenture, CAP Gemini Ernst & Young, CaseEdinfor, Deloitte Consulting (soon to become Braxton), Hewlett Packard, IBM, Novabase, PT Sistemas de Informação, SAPi2, SUN, Unisys e WeDo Consulting. Ainda no âmbito deste evento e através de uma área de exposição, conta-se com o apoio de empresas como Brother, Cesce, Influe, Informatica, IXOS, ShareData e STILC.

Pacto Global das Nações Unidas

No campo da responsabilidade social, esforço que a SAP acarinha muito, destaque para a especial participação de Maria Costa Pinto, Directora e Representante das Nações Unidas em Portugal e da iniciativa Pacto Global. A SAP orgulha-se de ser uma das primeiras empresas a aderir à iniciativa Pacto Global da ONU, que foi lançada em Julho de 2000 pelo Secretário Geral da ONU, Kofi Annan, e que desafia o mercado empresarial a colaborar com as agências da ONU, no sentido de apoiar nove princípios na área dos Direitos Humanos, do Trabalho e do Ambiente. A SAP, sendo membro desta iniciativa desde o seu lançamento, assume um compromisso bastante lato de responsabilidade social, que se reflecte na sua estratégia, nos seus valores culturais e nas suas operações diárias.

É graças a esta aliança que amanhã, 20 de Março, no evento dedicado ao mercado empresarial, a SAP Portugal conta com a presença da ONU e da sua iniciativa Pacto Global. Este programa visa permitir às Nações Unidas a oportunidade de trabalhar directamente com os agentes económicos, cujo impacto na vida diária das pessoas, em todo o mundo, é extremamente significativo. A SAP acredita que à medida que o mundo se torna cada vez mais uma rede global, é cada vez mais importante que o sector público e privado trabalhem conjuntamente para a criação de uma sociedade sustentada para as futuras gerações.

World Childhood Foundation

A SAP quando assinou o Pacto Global deu como primeiro passo apoiar o desenvolvimento infantil e para tal tornou-se co-fundador da World Childhood Foundation, entidade apadrinhada pela Rainha Sílvia da Suécia, que apoia projectos que defendem o direito a uma vida livre de violência e pobreza para as crianças. Esta ligação insere-se numa lógica de acompanhamento e auxílio aos mais jovens, garantindo-lhes o acesso à melhor formação possível e às capacidades de que necessitam de dotar-se para triunfar num mundo em constante evolução. A SAP acredita que todas as pessoas mais novas devem ter direito a um ambiente seguro e estável, algo que acredita ser um dos princípios básicos de uma sociedade civilizada e global. Sem este pré-requisito nenhuma transferência de formação ou tecnologia fará alguma diferença.

Assim, por iniciativa da SAP Portugal, hoje e amanhã, o preenchimento, pelos assistentes, dos questionários de avaliação deste evento, representará um donativo a favor da World Childhood Foundation.

Tags: