Um terço da Banca de Retalho Europeia tem limitações nos seus actuais sistemas de informação

June 15, 2005 by SAP News 0

Um estudo da SAP, em conjunto com a EFMA e a Universidade de Mannheim, a 42 bancos de retalho de 21 países revela que os bancos de retalho não irão atingir os seus objectivos estratégicos devido à debilidade dos seus actuais sistemas de TI.

LisboaMais de um terço dos grandes bancos de retalho europeus encontram-se limitados na sua capacidade de cumprir os seus objectivos estratégicos, derivado da fraqueza dos seus actuais sistemas de informação, de acordo com um estudo a 42 bancos de retalho de 21 países da Europa, Médio Oriente e África. Conduzido pela Associação Europeia de Gestão Financeira & Marketing (European Financial Management & Marketing Association – EFMA), pela Universidade de Mannheim e pela SAP AG, o estudo baseia-se em exames de auto-avaliação de gestores médios e seniores de instituições financeiras sobre o estado actual das capacidades nucleares das suas organizações versus as suas expectativas para os próximos três anos.

As conclusões mais relevantes do estudo são:

  • Os sistemas de Tecnologias de Informação (TI) são vitais para aumentar a vantagem competitiva. Surpreendentemente, um terço dos bancos examinados é incapaz de prosseguir com os seus objectivos estratégicos, devido à escassa “potência” dos seus actuais sistemas de TI. Contudo, os bancos esperam reforçar os seus sistemas de TI para aumentar a sua vantagem estratégica e competitiva nos próximos três anos.
  • As estratégias de crescimento conduzem aos lucros. Quase 90% dos bancos inquiridos preferem as estratégicas orientadas para o crescimento das receitas no lugar das estratégias de redução de custos. As principais iniciativas dão primazia ao cross-selling e à aquisição de novos clientes.
  • Uma maior inteligência do negócio vai proporcionar mais sucesso na gestão de clientes. Planeamento, disponibilidade e análise dos dados dos clientes permanecem como os maiores desafios, à medida que a inteligência e o controlo empresarial demonstram um considerável aumento na banca actual.
  • Os bancos procuram acelerar os seus tempos de resposta. As instituições bancárias vão concentrar-se em atingir o cliente certo no momento oportuno, e esperam ver melhorias operacionais consideráveis através da automatização dos processos.

“Unindo forças e partilhando conhecimentos, a SAP e a EFMA realizaram um estudo exaustivo que oferece uma visão profunda do estado presente e futuro do sector da banca de retalho”, disse Richard Lowrie, Director da Estratégia para a Banca da SAP AG. “Isto permite à SAP entender melhor a forma como pode ajudar os bancos a superar os obstáculos que se encontram entre as suas capacidades actuais e os objectivos estratégicos para o futuro, traduzindo esta perspectiva em maior inovação na próxima geração de soluções bancárias da SAP.”

O estudo intitulado “Estudo da Banca de Retalho da EMEA”, está disponível em: www.efma.com/efmasapstudy.

Tags: