SAP desenvolve metodologia para ajudar as organizações do Sector Público a quantificarem o valor político, social e operacional dos Projectos em Tecnologias de Informação

October 11, 2006 by SAP News 0

A SAP e o Center for Technology in Government (CTG) revelam os primeiros resultados da iniciativa “ROI Público”

Os governos da Áustria, Israel e do Estado da Pensilvânia nos EUA estão entre as primeiras entidades governamentais onde já foi medido o valor económico, social e político resultante de investimentos em soluções da SAP

LisboaA SAP AG e o Center for Technology in Government (CTG) na Universidade de Albany (Universidade do Estado de Nova Iorque) revelaram uma nova metodologia desenhada para ajudar os governos a qualificar melhor o valor dos seus investimentos em TI, para além das medidas meramente financeiras. Apoiada pela SAP e desenvolvida pelo CTG, a nova metodologia, denominada de “ROI Público”, demonstra como a avaliação da criação de valor público se pode estender muito para além dos ganhos financeiros, nomeadamente ganhos ao nível da integridade governamental e transparência.

“O principal objectivo do projecto é introduzir uma medição do retorno do investimento (ROI) público que fosse credível, persuasiva e altamente relevante para as decisões de investimento encaradas pelos governos”, frisa Anthony Cresswell, director-adjunto do Center for Technology in Government (CTG) e responsável do projecto, salientando ainda que “a maioria dos métodos para a medição do ROI centram-se apenas em métricas económicas ou financeiras. A proposta apresentada no nosso projecto fornece uma visão mais abrangente e mais diversificada de como os investimentos em TI podem produzir resultados com valor para os cidadãos ou para a sociedade como um todo”.

Tom Shirk, Presidente da SAP Global Public Services afirma que “enquanto a medição financeira é importante no desenvolvimento de um business case, necessitamos de tomar consciência de outros factores que contribuem para o cumprimento da missão das organizações do sector público, tais como serviço ao cidadão e segurança pública” e acrescenta que “até ao momento temos visto resultados muito positivos da iniciativa ‘ROI Público’ na identificação e avaliação das questões da vida real que os governos estão a resolver através do uso de tecnologia. Desejamos ajudar mais clientes do sector público a melhorar e a fazer prova do seu valor para os cidadãos, contribuintes e todos aqueles que com eles se relacionam”.

Na apresentação do estudo, a SAP e o CTG anunciaram também os primeiros resultados dos cinco casos de estudo de ‘ROI Público’, realizado com organismos do Governo Federal e Estatal, incluindo o Estado de Pensilvânia; o Governo de Israel; o Governo Federal da Áustria; o “Serviço New Brunswick” do Canadá; e os arquivos digitais do Estado de Washington. O trabalho foi desenvolvido em colaboração com estas organizações, com o objectivo de perceber com que importância os investimentos em TI foram concebidos e desenvolvidos, com particular atenção para o papel do valor público no processo. A análise dos cinco estudos de caso revelou dois elementos-chave do ROI Público:

  • Valor para o público que resulta da melhoria do próprio governo;
  • Valor que resulta do fornecimento de benefícios directamente para os cidadãos, grupos ou para o público em geral, através da interacção governo-cidadão e governo-entidades privadas.

À medida que os governos procuram operar de uma forma mais eficiente e transparente, as organizações do sector público necessitam de uma forma de determinar o Retorno do Investimento (ROI), para além dos tradicionais critérios quantificáveis, baseados em dados financeiros, tais como: redução dos custos de transacção ou redução de custos. Os resultados e as conclusões principais destes estudos de caso suportam a iniciativa global da SAP para ajudar as organizações do sector público a calcular o ROI dos seus projectos em TI.

“Uma vez que os governos são organizações não lucrativas, a aplicação de uma medição apenas financeira do ROI é limitiva e não representa a imagem completa da performance”, salienta Andrea Di Maio, Vice-Presidente da Área de Pesquisa da Gartner e reforça que “a medição do ROI no sector público tem de incluir tanto os efeitos tangíveis como intangíveis das despesas em TI feitas pelo governo ao longo de múltiplas dimensões, incluindo a financeira, social e política”.

Metodologia do ‘ROI Público’

Dado que os projectos governamentais de TI podem ser de diferentes tamanhos e complexidade, a própria estrutura de trabalho do ‘ROI Público’ é muito abrangente, permitindo a análise de, virtualmente, qualquer projecto governamental na área de TI.

A estrutura de trabalho, não proprietária, fornece um processo de análise que começa com uma análise superficial do investimento em TI e, posteriormente, aprofunda essa análise através de passos sucessivos que visam identificar os métodos e medidas específicas que irão revelar e documentar o retorno, tanto em termos de serviços directos, como um compósito de várias medidas, tais como: poupança feita, aumento da qualidade do serviço ou eficiência do processo e aumento da confiança pública.

Baseada numa série de critérios pré-definidos, a estrutura de trabalho do ‘ROI Público’ pode ser usada para demonstrar credibilidade aos cidadãos, ajudar a garantir a gestão do valor público, promover programas comunitários positivos para os intervenientes e incentivar esforços para assegurar os fundos públicos. Os retornos políticos e sociais podem também ajudar os governos a alcançar standards de performance objectivos, reflectindo os benefícios multi-dimensionais que as organizações fornecem aos seus constituintes.

Sobre a Iniciativa ‘ROI Público’
Lançado em Maio de 2005 e liderado pela organização global da SAP de Serviços Públicos, a iniciativa do ‘ROI Público’ juntou clientes da SAP, especialistas e conselheiros do sector público de distintas organizações de todo o mundo, para identificar as necessidades-chave, os desafios, as áreas de pesquisa e abordagens para o desenvolvimento de um método universalmente aceite para análise do Retorno do Investimento no sector público. Os primeiros cinco casos de estudo que examinam a forma como os investimentos em TI geram valor para o público, bem como o “whitepaper” de uma estrutura de trabalho mais abrangente para determinar o retorno público do investimento governamental nas TI, podem ser vistos em http://www.ctg.albany.edu/projects/proi].

Tags: , , ,