SAP cresce 10% e atinge €9,4 mil milhões de receitas totais no ano de 2006

January 25, 2007 by SAP News 0

As receitas de software aumentaram 10% em 2006; 2006 foi o primeiro ano, desde 2000, em que a SAP registou nas suas receitas de software um crescimento de dois dígitos (excluindo flutuações cambiais) em todas as regiões de actuação (América, Ásia-Pacífico e Europa)

LisboaA SAP AG, o fornecedor líder de soluções de software empresarial, anunciou os seus resultados financeiros preliminares para o Quarto Trimestre de 2006 e para o Ano de 2006, com o período em análise a terminar a 31 de Dezembro do mesmo ano.

Destaques do quarto trimestre de 2006

Receitas

  • As receitas de produto para o quarto trimestre de 2006 foram de €2,2 mil milhões (2005: €2,0 mil milhões), o que representa um crescimento de 8% (12% a uma taxa constante de conversão de divisas) em comparação com o mesmo período em 2005.
  • As receitas de software no quarto trimestre de 2006 foram de €1,3 mil milhões (2005: €1,2 mil milhões) representando um aumento de 7% (12% a uma taxa constante de conversão de divisas) quando comparado com o quarto trimestre de 2005.
  • As receitas totais foram de €3,0 mil milhões (2005: €2,8 mil milhões), o que representa um aumento de 7% quando comparado ao quarto trimestre de 2005. A uma taxa constante de conversão de divisas, o total de receitas cresceu 12%.

Lucros

  • Os resultados operacionais do quarto trimestre de 2006 foram de €1,1 mil milhões (2005: €980 milhões), o que representa um aumento de 10% quando comparado com o mesmo período do ano passado. Os resultados operacionais ajustados foram de €1,1 mil milhões (2005: €1,0 mil milhões), o que representa um crescimento de 10% quando comparado com o quarto trimestre de 2005.
  • A margem operacional do quarto trimestre de 2006 foi de 36,6%, o que representa uma evolução de 1.0 pontos percentuais em comparação com o mesmo período de 2005. A margem operacional ajustada foi de 37,7%, o que representa um crescimento de 0.9 pontos percentuais quando comparado com o período homólogo.
  • Os resultados líquidos do quarto trimestre de 2006 foram de €799 milhões (2005: €619 milhões), ou de €0.66 por acção (2005: €0.50 por acção), o que representou um aumento de 29%, comparando com o quarto trimestre de 2005. Os resultados líquidos ajustados foram de €822 milhões (2005: €642 milhões), ou €0.67 ajustados por acção (2005: €0.52 por acção), o que representou um crescimento de 28% quando comparado ao mesmo período em 2005.

Destaques do Ano de 2006

Receitas

  • As receitas de produto aumentaram para €6,6 mil milhões (2005: €6,0 mil milhões) até ao final do ano a 31 de Dezembro de 2006, representando um aumento de 11% (12% a uma taxa constante de conversão de divisas) em comparação com o ano de 2005.
  • As receitas de Software aumentaram 10% (12% a uma taxa constante de conversão de divisas) para €3,1 mil milhões (2005: €2,8 mil milhões) em 2006 quando comparado com 2005.
  • As receitas Totais foram de €9,4 mil milhões (2005: €8,5 mil milhões) em 2006, o que representou um aumento de 10% (11% a uma taxa constante de conversão de divisas1) comparando com o ano de 2005.

Quota de Mercado das empresas do mesmo Sector

O ano de 2006 representou mais um ano de forte crescimento que permitiu à SAP conquistar uma significativa quota de mercado. Numa base de análise referente a quatro trimestres consecutivos, a quota de mercado mundial da empresa face à concorrência, baseada nas receitas de Software, foi de $16,4 mil milhões, aumentando 24% até ao final de 2006. Isto representou um ganho de 2,8% em 2006, e a SAP continuou a manter mais do dobro da quota de mercado do segundo maior fornecedor.

Lucros

  • Os resultados operacionais para o ano de 2006 foram de €2,6 mil milhões (2005: €2,3 mil milhões), o que representa um aumento de 10% quando comparado com 2005. Os resultados operacionais ajustados em 2006 foram de €2,7 mil milhões (2005: €2,4 mil milhões), o que representa um crescimento de 12% quando comparado com 2005.
  • A margem operacional de 2006 foi de 27,3%, o que representa uma descida de 0,1 pontos percentuais comparando com o ano de 2005. A margem operacional ajustada para o ano de 2006 foi de 28,8%, o que representa uma evolução de 0.50 pontos percentuais comparando com 2005.
  • Os resultados líquidos de 2006 foram de €1,9 mil milhões (2005: €1,5 mil milhões), ou de €1.52 por acção (2005: €1.21 por acção), o que representou um aumento de 25%, comparando com o ano de 2005. Os resultados líquidos ajustados foram de €2,0 mil milhões (2005: €1,6 mil milhões), ou ajustados de €1,60 por acção4 (2005: €1,25 por acção), o que representou um crescimento de 27% quando comparado com 2005.

Cash Flow

O “cash flow” operacional para 2006 foi de €1,8 mil milhões (2005: €1,6 mil milhões). O “free cash flow” para o ano de 2006 foi de €1,5 mil milhões (2005: €1,3 mil milhões), representando 16% da percentagem total de receitas de 2006 (2005: 16%). A 31 de Dezembro de 2006, a SAP tinha €3,3 mil milhões em dinheiro, em equivalentes a dinheiro e em investimentos de curto prazo (31 de Dezembro de 2005: €3,8 mil milhões). A descida registada resulta principalmente de um aumento no buybacks de acções em 2006, de despesas em aquisições e em pagamentos de dividendos.

Programa para comprar de volta (Buy-Back) acções

Em 2006, a SAP comprou de volta 27,9 milhões de acções a um preço médio de €40.97 (num montante total de €1,1 mil milhões), em comparação com 2005 que comprou de volta 12,9 milhões de acções. No final de 2006, o stock de tesouraria ficou nas 49,25 milhões de acções a um preço médio de €35.37. O programa actual de comprar de volta acções da SAP permite à empresa a compra de aproximadamente 120 milhões de acções. Tendo em conta o forte cash flow gerado pela empresa, a SAP prevê continuar a avaliar oportunidades futuras de comprar de volta acções.

“2006 foi um ano de referência para a SAP, um ano de inovação significativa que resultou no lançamento de vários novos produtos, incluindo CRM on-Demand, Duet, Analytics e a primeira solução ERP da indústria que habilita serviços empresariais”, afirma Henning Kagermann, CEO da SAP. “Registámos uma rápida adopção do mySAP ERP, chegámos ao final do ano com mais de 4.000 clientes em produtivo. O feedback dos clientes sobre os nossos novos produtos foi bastante positivo”.

Kagermann continua “O ano de 2007 será um ano em que vamos completar com sucesso o nosso roadmap disponibilizando várias versões capacitadas para serviços quer ao nível da mySAP Business Suite e quer ao nível da nossa solução para o mercado de média dimensão, o SAP All-in-One. Também em 2007, estaremos a disponibilizar, aquilo que acreditamos ser a solução mais inovadora da indústria, especialmente concebida para novos segmentos no mercado de média dimensão – uma solução final que garante aos nossos clientes um rápido time-to-value, uma rápida e fácil adopção e utilização, alta flexibilidade, baixo TCO, e é construída, por concepção e totalmente, sobre uma arquitectura orientada a serviços empresariais.”

Perspectivas para 2007

Com data de início no primeiro trimestre de 2007, e também disponibilizado para todo o ano de 2006 com o objectivo de serem possíveis análises comparativas, a SAP irá realinhar as suas declarações de lucro, com vista a garantir uma maior transparência nos relatórios relacionados a potenciais fluxos de receitas de novos produtos. Embora ainda não seja visível, a SAP acrescentou uma nova classe no ponto das receitas que se denomina “receitas de serviços relacionadas com subscrição e outro software”, como base do realinhamento, para além de mudar a denominação da classe “receitas de produto” para “receitas de software e receitas de serviços relacionadas com software”. Portanto, “receitas de software e receitas de serviços relacionadas com software” iguala o total de “receitas de software” mais “receitas de suporte” (anteriormente denominado “receitas de manutenção”) mais “receitas de serviços relacionadas com subscrição e outro software”. O total de software e de receitas de serviços relacionadas com software em 2006 foi de €6,605 milhões. A perspectiva da SAP para 2007 é baseada neste realinhamento. Adicionalmente, a perspectiva da margem operacional para 2007 é baseada no modelo contabilístico de U.S. GAAP. Nos anos anteriores, a SAP apresentou as suas perspectivas para o ano seguinte para a margem operacional numa base ajustada.

A empresa disponibilizou as seguintes perspectivas para o ano inteiro de 2007:

  • A SAP espera um crescimento das receitas anuais de software e das receitas de serviços relacionadas com software, em 2007, de cerca de 12%-14% a uma taxa constante de conversão de divisas, quando comparado ao crescimento, em 2006, de 12% a uma taxa constante de conversão de divisas.
  • No sentido de endereçar oportunidades adicionais de crescimento em novos segmentos no mercado de empresas de média dimensão, a SAP irá investir adicionalmente €300-€400 milhões ao longo de em oito trimestres para construir um novo negócio.
    Dependendo do prazo exacto destes investimentos acelerados, isto é equivalente à SAP reinvestir aproximadamente um a dois pontos percentuais de margem em 2007, em oportunidades futuras de crescimento adicional.
    Deste modo, a SAP espera que a margem operacional em 2007 fique entre 26,0% e 27,0%, em comparação com a margem operacional de 27,3% em 2007.
  • A SAP está a prever uma taxa efectiva de impostos de 32.5%-33.0% para 2007.

Regional Performance

Fourth Quarter 2006 Software Revenue by Region (in €millions, unaudited) — SAP Group

Software Revenue Q4 2006 Software Revenue Q4 2005 Change % Change
Total 1,262 1,183 +79 +7%
– at constant currency rates +12%
EMEA 705 626 +79 +13%
– at constant currency rates +14%
Asia Pacific 134 132 +2 +2%
– at constant currency rates +9%
Americas 423 425 -2 0%
– at constant currency rates +10%

Fourth Quarter 2006 Total Revenue by Region (in €millions, unaudited) — SAP Group

Revenue Q4 2006 Revenue Q4 2005 Change % Change
Total 2,952 2,754 +198 +7%
– at constant currency rates +12%
EMEA 1,631 1,483 +148 +10%
– at constant currency rates +11%
Asia Pacific 329 301 +28 +9%
– at constant currency rates +16%
Americas 992 970 +22 +2%
– at constant currency rates +12%

Full-Year 2006 Software Revenue by Region (in €millions, unaudited) — SAP Group

Software Revenue FY 2006 Software Revenue FY 2005 Change % Change
Total 3,071 2,783 +288 +10%
– at constant currency rates +12%
EMEA 1,531 1,393 +138 +10%
– at constant currency rates +10%
Asia Pacific 391 363 +28 +8%
– at constant currency rates +12%
Americas 1,149 1,027 +122 +12%
– at constant currency rates +15%

Full-Year 2006 Total Revenue by Region (in €millions, unaudited) — SAP Group

Revenue FY 2006 Revenue FY 2005 Change % Change
Total 9,402 8,513 +889 +10%
– at constant currency rates +11%
EMEA 4,895 4,513 +382 +8%
– at constant currency rates +9%
Asia Pacific 1,114 1,000 +114 +11%
– at constant currency rates +15%
Americas 3,393 3,000 +393 +13%
– at constant currency rates +14%

Informação Adicional

Tags: , , ,