Administração Pública Portuguesa ganha eficiência através de modelo de serviços partilhados

July 2, 2009 by SAP News 0

O projecto GeRFiP visa implementar os serviços partilhados nas áreas de gestão dos recursos humanos e de gestão financeira e orçamental, com prioridade para a prestação de serviços de contabilidade, obedecendo ao POCP.

É objectivo do Ministério das Finanças e da Administração Pública que no início de 2010, a solução GeRFiP esteja disponível para toda a Administração Pública Portuguesa.

Com a introdução do modelo de serviços partilhados, o Estado Português espera alcançar uma redução de custos na ordem dos 20%.

LisboaA GeRAP e a SAP Portugal anunciam que a solução que permite a gestão financeira e orçamental em modo de serviço partilhado (GeRFiP) e que visa responder aos desafios de modernização do Estado Português, ficará disponível, de uma forma progressiva e brevemente, para todos os organismos do Ministério das Finanças e da Administração Pública (MFAP). A partir de 2010 esta solução será gradualmente alargada a toda a Administração Pública Portuguesa.

A solução GeRFiP, assente na gestão partilhada de recursos, visa uma melhor gestão dos recursos públicos, ao concentrar numa única entidade os processos administrativos dos vários organismos públicos, libertando-os para a sua verdadeira missão, isto é, prestar um melhor serviço aos cidadãos e às empresas. O projecto GeRFiP é, assim, essencial para a obtenção de ganhos de eficiência ao nível da despesa pública e para a concretização de poupanças efectivas que permitirão um aumento da produtividade.

As poupanças introduzidas com os serviços partilhados, de acordo com experiências de outros países, podem produzir uma redução de custos na ordem dos 20%.

“A natureza transversal deste projecto, levado a cabo pela GeRAP, faz com se torne num importante instrumento de gestão ao permitir reduções significativas nos custos para os diversos organismos, assim como nos tempos de implementação e manutenção requeridos,” refere José Cordeiro Gomes, Presidente do Conselho de Administração da Empresa de Gestão Partilhada de Recursos na Administração Pública (GeRAP) e Director Geral do Instituto de Informática, sublinhando que “a medida do sucesso deste projecto baseia-se na melhoria da eficiência, ao permitir que os gestores públicos se concentrem na sua principal missão.”

Segundo José Duarte, Presidente da SAP EMEA “A SAP está empenhada e motivada para apoiar as instituições públicas portuguesas a reformularem os seus processos, tornando-as mais eficientes, ágeis e integradas. Recorrendo a soluções que reúnem as melhores práticas do sector, é possível para a Administração Pública Portuguesa obter reduções de custos significativa e melhoria da qualidade de informação, tornando-se menos burocrática e mais disponível para prestar um melhor serviço ao cidadão”.

O GeRFiP está já a ser utilizado em cinco organismos do MFAP: Secretaria Geral, Inspecção Geral das Finanças, Direcção Geral do Orçamento, Gabinete de Estudos Planeamento e Relações Internacionais e Instituto de Informática. Estima-se que, até ao final de 2009, a solução esteja operacional nos restantes órgãos do MFAP. Uma vez concluída esta etapa, o projecto disseminar-se-á pelos restantes ministérios públicos até que a AP nacional esteja, em processos de despesa pública, completamente integrada entre si e a trabalhar sobre uma plataforma única.

A SAP foi seleccionada pelo Estado Português em 2004 como fornecedor da solução para implementação efectiva do Plano Oficial de Contabilidade Pública e, em 2009, mantém o seu compromisso e responsabilidade pela evolução tecnológica e funcional da solução em modo de serviço partilhado sobre a qual assenta o funcionamento do GeRFiP. Trata-se de um dos principais projectos mundiais da SAP na área da Administração Pública, estando planeado que a sua abrangência se estenda a 16 mil funcionários públicos do Estado Português.

Tags: , ,