SAP reforça atenção no cliente e acelera inovação através de nova estrutura organizacional

January 18, 2010 by SAP News 0

Redefinição parcial do Conselho de Administração, após êxito da integração da Business Objects;
Índia passa a pertencer a EMEA sob a liderança de José Duarte

LisboaA SAP AG (SAP:NYSE) anunciou a redefinição de parte do seu Conselho de Administração, de modo a reforçar, ainda mais, a atenção no cliente e acelerar a inovação para o mercado. Após a conclusão com êxito da integração da Business Objects, a SAP pretende ajustar a sua estrutura organizacional para responder, de forma mais célere e flexível, às necessidades dos clientes, em constante evolução, através do desenvolvimento de produto e das soluções adequadas. Por conseguinte, ao nível do Conselho de Administração, a SAP vai criar uma nova área para Gestão de Soluções e Indústria, sob a liderança de John Schwarz, que irá traduzir, com maior rapidez, as exigências do mercado no portfólio de soluções SAP, concebidas para as necessidades de cada indústria. Do mesmo modo, para um mais rápido desenvolvimento de inovações escaláveis e disponibilidade para o mercado de produtos inovadores, a SAP criará também uma área de Design de Produto e Desenvolvimento, sob a liderança de Jim Hagemann Snabe.

“O nosso objectivo é permitir que a SAP induza a inovação e crie as soluções certas para todos os clientes num prazo muito mais curto. Com estas alterações, tornamo-nos mais sensíveis ao feedback dos clientes e aproveitamos as sinergias e a colaboração ao longo de toda a nossa organização, de uma forma mais eficiente. Acreditamos que estas mudanças organizacionais permitir-nos-ão expandir a nossa liderança de indústria e executar com sucesso a nossa estratégia de crescimento sustentável”, disse Léo Apotheker, CEO da SAP. As mudanças organizacionais entrarão em vigor em Abril de 2010.

Adicionalmente, a Índia tornou-se parte da região de EMEA da SAP e será supervisionada por José Duarte, presidente de EMEA e Índia. A nova região, chamada SAP EMEA + Índia, beneficiará das oportunidades de crescimento, dos fluxos naturais de comércio e das sinergias entre Índia, Médio Oriente e Europa.

Tags: