SAP Business Forum Vai Provar Que a Sustentabilidade é Competitiva e Rentável

October 18, 2010 by SAP News 0

Conferência no dia 21 com Vice-Presidente Al Gore; Peter Graf, Responsável Mundial pela Sustentabilidade na SAP; António Mexia, CEO da EDP; e debate com Presidentes da Portucel/Soporcel, Somague, entre outros;

Estratégia SAP Para Rentabilizar a Sustentabilidade Usando Tecnologia Chega a 60% do PIB Mundial em Transacções e a 100 mil clientes que geram 1/6 dos gases com efeito de estufa emitidos pelo homem;

Maior Evento Nacional sobre Tecnologias SAP Junta 1000 Executivos no Estoril e Será Livre de Emissões de Carbono.

LisboaComo tornar a sustentabilidade das suas empresas num objectivo rentável e competitivo será a preocupação comum aos mais de 1000 responsáveis empresariais que irão estar no SAP Business Forum, a decorrer dia 21 (quinta-feira) no Centro de Congressos do Estoril, com uma agenda que conta com intervenções do ex Vice Presidente dos EUA, Al Gore; do Responsável Mundial pela Sustentabilidade na SAP, Peter Graf; de António Mexia, CEO da EDP, entre outros responsáveis empresariais.

O ex Vice-presidente Al Gore irá falar sobre a sustentabilidade como a nova estratégia económica para o nosso século. O autor de “Uma Verdade Inconveniente” irá centrar-se em estratégias concretas e economicamente viáveis para salvar o planeta das mudanças ambientais e atingir o que classifica como “capitalismo sustentável”, destacando os progressos de Portugal nesta matéria.

Estratégias para um “capitalismo sustentável” para o Século XXI em Portugal e à Escala Global

Numa dimensão nacional, António Mexia – CEO da EDP – irá intervir sobre como tornou esta grande empresa nacional num exemplo de sustentabilidade, e terá lugar um painel de debate sobre as melhores práticas empresariais e estratégias futuras para a sustentabilidade empresarial em Portugal, com a participação dos Presidentes e responsáveis máximos da Portucel/Soporcel, Somague, Nissan Ibérica e Planbelas, cuja moderação estará a cargo de Luís Rochartre, Secretário Geral do Conselho Empresarial para o Desenvolvimento Sustentável.

Outro ponto alto da agenda será a intervenção de Peter Graf, o primeiro “Chief Sustainability Officer” e um grande nome da SAP a nível global, que veio tornar a sustentabilidade, não só num objectivo muito concreto para a SAP (que consumiu 33% em energias renováveis e reduziu em 16% as emissões de carbono em 2009, poupando 130 milhões de dólares), como numa proposta de valor muito clara e rentável para os mais de 100 mil clientes da SAP que geram 1/6 dos gases de efeito de estufa emitidos pelo homem e que atingem 60% do PIB mundial em termos de transacções. Neste contexto, a SAP está numa posição privilegiada para ajudar as organizações a atingir os seus objectivos em termos de sustentabilidade, utilizando as tecnologias de informação.

Em 2009, a SAP Reduziu em 16% as Emissões de Carbono e Consumiu 33% em Energia Renovável a Nível Mundial

“Com este SAP Business Forum, a SAP procura provar que a sustentabilidade, nas vertentes económica, ambiental e social, deve ser central em qualquer estratégia empresarial, independentemente do contexto económico” afirma João Ricardo Nené, Director-Geral da SAP em Portugal. “Vamos demonstrar, com uma linguagem clara e objectiva, que a sustentabilidade será a única forma correcta de fazer negócios e que tal não se traduz numa desvantagem competitiva, muito pelo contrário, é uma oportunidade para cortar desperdício e para aumentar a rentabilidade a curto e a médio prazo, com o auxílio das mais recentes tecnologias”.

Refira-se que a SAP Portugal não só está integrada no esforço global de sustentabilidade como irá compensar o impacto deste evento em termos de emissões de carbono em parceria com a Ecoprogresso, através da aquisição de unidades de redução provenientes do projecto Oxigénio no Parque Natural de Sintra-Cascais. Nos últimos anos, a SAP tem vindo a ganhar cada vez maior reconhecimento pelas suas práticas e soluções de sustentabilidade empresarial. É a empresa de software melhor classificada nos “Dow Jones Sustainability Indexes” (DJSI), distinguida pela lista “Global 100” das empresas mais sustentáveis do mundo, pelo índice FTSE4Good e pelo Global Challenges Index, entre outras distinções nos diversos mercados em que está presente.

No último ano, a SAP acelerou a execução da sua estratégia de sustentabilidade, não só gerindo as suas operações de forma crescentemente sustentável, como desenvolvendo e implementando soluções que apoiam as práticas de negócio sustentável dos seus clientes. Adicionalmente, a SAP passou a publicar indicadores trimestrais de sustentabilidade das suas operações. O relatório de Sustentabilidade da SAP está disponível numa plataforma interactiva online, que permite a qualquer interessado conhecer, monitorizar e discutir o desempenho social, económico e ambiental da empresa.

Tags: