Estudo Revela Défice de Investimento em Inovação Tecnológica nas Empresas Europeias

January 18, 2011 by SAP News 0

Ênfase excessiva no “dia-a-dia” está a hipotecar o futuro das empresas, segundo os responsáveis empresariais

LisboaUm terço considera que a estratégia de tecnologias de informação da sua empresa está demasiado focalizada no “dia-a-dia”, enquanto 60% afirmam que as suas empresas estão a sacrificar excessivamente o investimento em inovação tecnológica. Esta é a avaliação dos responsáveis empresariais, de acordo com um estudo hoje divulgado pela SAP.

Este estudo debruçou-se sobre as prioridades de investimento em tecnologias de informação de quase 500 responsáveis empresariais nesta área, em oito países da Europa e Médio Oriente. Os dados apontam para a necessidade das empresas repensarem os orçamentos de tecnologias de informação, nomeadamente a forma como estão distribuídos os recursos entre as necessidades operacionais, de manutenção, e de inovação. Neste contexto, a maioria dos inquiridos defende uma refocalização na inovação como condição necessária para a melhoria do desempenho, da produtividade e da rentabilidade das organizações.

E quais as razões para o actual desequilíbrio? 48% dos inquiridos referem a incerteza sobre a evolução económica. Mas 39% referem uma despesa excessiva com as operações, que afecta os recursos disponíveis para a inovação tecnológica. Uma realidade que, segundo 38% dos inquiridos, tem também um impacto negativo na competitividade das suas organizações.

Eliminar custos nas operações de TI para libertar recursos para a inovação.

“Este estudo revela que as empresas estão a ressentir-se de uma excessiva ênfase nas operações, em detrimento da inovação” refere Chris McClain, Vice Presidente SAP Premier Customer Network, EMEA e Índia. “Se a incerteza económica transcende de alguma forma as organizações, o custo excessivo da operação das TI é uma variável que, na experiência da SAP, as empresas podem endereçar e alterar, de forma a libertar recursos para a inovação que permitirá ganhar vantagens competitivas e atingir os objectivos de negócio”.

O estudo agora divulgado revela que a falta de investimento em inovação tecnológica está a ter um impacto negativo concreto nos negócios, com 44% dos respondentes a referir perdas de produtividade e 43% a identificar poupanças que ficaram por realizar por esta via. Mais de 50% das empresas questionadas acredita que não está a realizar valor de negócio devido ao desinvestimento nesta área.

No que diz respeito ao impacto desta situação no médio prazo, 33% refere que as suas empresas arriscam crescimentos de receitas inferiores ao esperado e 38% acreditam que existe um risco claro de se verificarem falhas importantes ao nível da conformidade e do cumprimento regulamentar e legislativo.

Sobre o estudo
O inquérito inclui 487 entrevistas com decisores empresariais séniores com responsabilidades em áreas tecnológicas (CIO’s, Administradores, Directores) realizadas em oito países: Reino Unido, França, Alemanha, Itália, Rússia, Emirados Árabes Unidos; Qatar e Arábia Saudita.

Tags: