Soccer team in a huddle

Ser social ou não ser… eis a questão!

24 de Julho de 2012 Por SAP Blogs 0

Quando foi publicada a lista Fortune 500 de 2011, uma realidade ficou evidente: a maioria das companhias listadas, participam ativamente de alguma rede social.

Uma infografia realizada por GoGulf mostra essa realidade de forma contundente. Em 2011, 62% das companhias Fortune 500 tinham conta no Twitter e 55% possuía uma página no Facebook. Hoje esses números são ainda maiores.  A pergunta que surge é: Por que as empresas mais importante dedicam tempo e dinheiro em participação nas redes sociais?

A lista de vantagens que oferece a mídia social às empresas é longa. Mas é fundamental que participar em uma rede social seja parte de uma estratégia geral e não uma mera intenção de estar porque os demais estão.

Se uma empresa trabalha bem nas mídias sociais, poderá melhorar a relação com seus clientes, receber comentários e críticas, inclusive medir em tempo real o impacto do que acontece no seu mercado e com os seus clientes. Além disso, as redes sociais possuem uma mecânica viral que não só pode ajudar com os clientes atuais, como também ampliar o alcance a novos clientes.

Se as empresas mais importantes participam nas redes sociais, é porque encontram uma ferramenta que as ajuda a obter melhores resultados. Os milhões de “Curtir” que há no Facebook também significam algo: são pessoas interessadas em interagir com as marcas e empresas.  Além disso, o tempo que as pessoas passam nas redes sociais é cada vez maior. Se em outras épocas era inconcebível para uma grande empresa não aparecer na televisão ou nos jornais, hoje em dia as redes sociais como Facebook e Twitter são os lugares para estar.

Tags: , , , , ,

Deixe uma resposta