SAP desenvolve tecnologia de ponta para o setor de Utilities

25 de Julho de 2012 Por SAP Notícias Brasil 0

Companhia investe no desenvolvimento das soluções SAP for Utilities para transformar tendências de mobilidade, smart grid e análise de dados em realidade no segmento

 São Paulo, Brasil – Atuando com a oferta de soluções específicas para empresas de serviços públicos no Brasil, a SAP alcançou a consolidação no setor de Utilities. Por meio do portfólio de soluções SAP for Utilities, que suportam processos de negócios por atividade funcional no setor de serviços públicos, a companhia atende às necessidades de empresas de geração de energia, transmissão e distribuição de energia, água e saneamento e do setor de varejo e serviços públicos.

O setor elétrico conta atualmente com cerca de 65 milhões de consumidores no País, sendo que 40 milhões deles são atendidos por soluções SAP. Além disso, hoje a SAP tem presença em 85% do backoffice das empresas de Utilities e a tendência mundial é que 1600 companhias do setor rodem o core SAP em seus sistemas de informação.

Apesar de sua consolidação no setor, a SAP não para de investir na melhoria e atualização de seus produtos. Um dos grandes focos de desenvolvimento da SAP quando o assunto são as soluções específicas para empresas elétricas, é o smart grid, ou redes inteligentes. Segundo especialistas da SAP, já foi demonstrado que a aplicação de tecnologias digitais de comunicação e informação pode ajudar as empresas do setor a aumentar sua eficiência energética, a reduzir perdas não técnicas, a reduzir suas emissões de carbono e integrar o uso de fontes renováveis de energia de forma segura.

Segundo um estudo realizado pela empresa, diversos países do mundo estão atualizando e digitalizando suas infraestruturas, mudando os atuais sistemas de energia centralizados para um modelo descentralizado, que permite a integração em larga escala de modelos de geração de energia renovável com pequenas geradoras. Analistas preveem que os investimentos em infraestruturas inteligentes devem somar US$ 200 bilhões entre 2008 e 2015. Só na Europa, as iniciativas envolvendo geração de energia com baixa emissão de carbono já criaram 1,4 milhão de empregos, número que deve dobrar nos próximos anos em função de metas impostas pela União Europeia.

“A SAP está atenta às tendências globais e há tempos investe para transformar o conceito de smart grid em realidade. A empresa já se prepara para colocar no mercado soluções de medição baseadas em redes inteligentes”, afirma Alejandro Erro, diretor do setor de Eletricidade, Gás e Água da SAP. “Com o smart grid, os clientes residenciais poderão, como acontece com os serviços de telefonia, ter tarifas variáveis, dependendo do horário de consumo”, exemplifica o executivo.

Mobilidade

Outra tendência que a SAP segue e para a qual já desenvolveu soluções também focadas em Utilities é a mobilidade. A solução móvel para equipes de campo, que permite a operação e a atualização em tempo real de dados analíticos das empresas usuárias, dá a esses profissionais a possibilidade de carregar e acessar dados nos sistemas de gestão de onde quer que estejam. “Todas as tarefas, desde a alimentação de sistemas analíticos até a ligação de pontos de energia e sua manutenção, podem ser feitas por meio de um dispositivo móvel. Isso é uma outra tendência e já está incorporada nas soluções da SAP”, destaca o diretor.

A SAP também tem ampliado a sua atuação no setor ao suportar a implementação de soluções analíticas pelas empresas do setor. Essas soluções auxiliam as companhias na proteção contra perdas e fraudes, além de garantir um gerenciamento dos serviços de forma muito mais próxima aos clientes. Ainda no que tange as soluções analíticas, a SAP, por meio de sua plataforma SAP HANA de computação em memória, aumenta a velocidade e capacidade de processamento de informações, levando muito mais agilidade às empresas do setor. “O SAP HANA já é uma realidade para o setor”, afirma o executivo. “A plataforma pode ser usada inclusive como ferramenta de gestão de inadimplentes, trazendo benefícios financeiros significativos para as empresas.”

Eficiência comprovada

Companhias brasileiras que utilizam as soluções SAP for Utilities, como a AES Eletropaulo, Cemig, CPFL e Light, já usufruem benefícios que vão desde a otimização dos processos de gestão financeira com a padronização de processos de vendas, cobrança e coleta, até a eliminação de problemas relacionados a faturamento e perdas de receita. Por meio de um maior controle sobre suas instalações e ligações nos clientes, elas conseguiram inclusive trabalhar com melhores tarifas aos consumidores finais e elevar a sua rentabilidade. Além disso, os recursos de mobilidade das soluções de utilities da SAP agilizam os processos de atendimento em campo. “Tudo isso, no final das contas, garante clientes mais satisfeitos, e isso é crucial para os negócios dessas empresas”, conclui Erro.

 

Sobre a SAP

Como líder do mercado mundial de aplicações de software empresarial, a SAP (NYSE: SAP) ajuda empresas de todos os tamanhos e setores do mercado a funcionar melhor. Ao abranger desde a operação à análise executiva e de desktops até dispositivos móveis, a SAP capacita pessoas e organizações a trabalhar juntas e a explorar os negócios com mais eficiência para manter-se à frente da concorrência. Os serviços e aplicativos da SAP dão a mais de 195 mil clientes no mundo (incluindo aqueles provenientes da aquisição da SuccessFactors) condições para operar, decidir, adaptar e colaborar melhor e crescer com sustentabilidade. Para mais informações, acesse www.sap.com.br, a sala de imprensa http://brasil.news-sap.com/ e siga no Twitter @SAPNotíciasBR.

 

Grupo TV1 – Assessoria de Imprensa da SAP do Brasil
Laura Gonçalves, lgoncalves@tv1rp.com.br, Tel. 11 3677-0353
Olívia Nercessian, onercessian@tv1rp.com.br, Tel. 11 3677-0423
Silvana Pareja, spareja@tv1rp.com.br, Tel. 11 3677-0800 ramal 899

SAP do Brasil
Cris Brito, cris.brito@sap.com, Tel. 11 5503-3138
Luciana Coen, luciana.coen@sap.com, Tel. 11 5503-2554

 

 

 

 

Baixar versão PDF

Tags: , ,

Deixe uma resposta