Como será o emprego em 2020

30 de Outubro de 2012 Por SAP Blogs 0

Globalização, conectividade e dispositivos móveis. Durante a última década, o universo de trabalho passou por grandes transformações. Em 2020, a estrutura do mercado laboral será radicalmente oposta à que conhecemos hoje. A consultora em recursos humanos Adecco realizou um estudo para entender melhor quais serão suas características:

Em 2020, a estrutura do mercado laboral será radicalmente oposta à que conhecemos hoje.

Reter talentos, um desafio crescente

Um dos principais desafios hoje é conseguir trabalhadores adequados para cada cargo. Nos próximos anos, o desafio será reter os trabalhadores durante longos períodos.

 

A diferença entre a oferta e a demanda será cada vez maior

A introdução de novas tecnologias será positiva para os trabalhadores mais qualificados. Mas aqueles com menos formação terão possibilidades limitadas para acessar a empregos nas novas indústrias.

 

Vidas laborais mais individualistas

Para os empregados do futuro, manter um trabalho fixo já não será um objetivo prioritário. O auto-emprego será uma das opções mais satisfatórias para ter um maior controle sobre a vida laboral. Para esta nova modalidade de trabalho, os trabalhadores precisarão maior flexibilidade e estar instruídos para vender a si mesmos. Conhecer suas capacidades, virtudes e limites será imprescindível para se posicionar.

Além disso, o estudo enumera alguns estilos de vida laboral que serão comuns em 2020:

Comuniteens (“adolescentes digitais”): demandarão respostas imediatas e desenvolverão novas formas de comunicação e inter-relação com seus possíveis empregadores.

In Betweens (“intermediarios”): após crescer na época das maiores transformações, se sentirão mais confortáveis em posições intermediárias.

Young Globalists (“jovens globalizados”): se definirão a partir do trabalho e a carreira e dominarão todas as ferramentas para acessar o mundo globalizado.

Greyhoppers: terão idade para se aposentar, mas seguirão ativos e aproveitarão sua experiência em trabalho de meio turno ou serviço social.

Silverpreneurs (“empreendedores de prata”): se desempenharão como assessores independentes e muitas vezes empreenderão uma segunda carreira. Irão desfrutar contribuir sua experiência em novos projetos.

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe uma resposta