Big data, o remédio para o setor farmacêutico

26 de Fevereiro de 2013 Por SAP Blogs 0

Na indústria farmacêutica, que gera enormes quantidades de informação. A análise de dados representa um importante desafio. Dispor de sistemas eficientes para gerenciar big data é indispensável para responder a este estímulo.

Dispor de sistemas eficientes para gerenciar big data é indispensável para a indústria farmacêutica

A filial equatoriana da Pfizer – que utilizava planilhas de cálculos para registrar e analisar ações de marketing, vendas e distribuição – recorreu a Noux (uma empresa com matriz no Equador que trabalha com a SAP) para resolvê-lo através de três estratégias chave:

Tomar conta de sobrecarga de dados: Pfizer acumula quantidades massivas de dados de todo tipo. A equipe da Noux ajudou a empresa a desenvolver um sistema capaz de analisar a informação à medida que vai chegando, o que permite com isso, filtrar a informação que é necessária para as investigações.

Coletar fluxos múltiplos de informação: O big data é disperso e heterogêneo. Isso significa que às vezes pode ser um arquivo, outras vezes uma base de dados, e inclusive alguns dados podem estar criptografados. Para solucioná-lo, se adotou uma interface única que mostra toda a informação em um formato simples.

Monitorar os produtos e tomar decisões inteligentes: Certos dados são difíceis de analisar. Por exemplo, determinar a efetividade da estratégia quando um representante de vendas visita um médico para lhe oferecer produtos. Ao implementar uma estratégia de big data, Pfizer pode começar a coletar nova informação que resulta muito valiosa nesses casos. Agora, a empresa pode medir com exatidão a eficiência dos vendedores e acompanhar de perto a concorrência.

Tags: , , , , , , ,

Deixe uma resposta