3 lições das PMES com crescimento global

7 de Março de 2014 Por SAP Blogs 0

As pequenas e médias empresas com destacado crescimento por todo o Brasil, Rússia, Índia e China (os chamados países “BRIC”) estão atuando em uma escala internacional, competindo com concorrentes cada vez maiores, e investindo fortemente em tecnologia para melhorar as operações e se tornarem mais ágeis.

Four employees gathered around a digital tablet

Uma pesquisa da Oxford Economics em parceria com a SAP descobriu que os resultados refletem uma transformação fundamental nos mercados globais para empresas de todos os tamanhos, trazendo inovações como nuvem, mobilidade e Big Data para todas as conversas de negócios.

As enormes mudanças estão sendo sentidas pelas PMEs a cada dia, e 65% delas concordam que a concorrência global tem aumentado substancialmente nos últimos dois anos e que estão cada vez mais focadas em alcançar novos mercados geográficos. Além disso, 2/3 dessas empresas  já estão competindo com companhias maiores do que no passado.

Três lições podem ser aprendidas da experiência das PMEs que já estão se destacando no mercado global:

1)      Investimento em novos talentos

Para desenvolver ao máximo o potencial dos BRICS é necessário pessoal qualificado. Entretanto, no Brasil, 53% das PMEs consideram muito difícil recrutar pessoas com as habilidades ideais para seus negócios.

Obter habilidades digitais por meio de contratação, treinamento e aquisições tornou-se prioridade para 20% das empresas entrevistadas. Para enfrentar este desafio, empresas veteranas recomendam recrutar profissionais recém-formados, capacitando-lhes de acordo a sua cultura corporativa desde o começo. Capacitar funcionários antigos para novas funções, estimulando o desenvolvimento de novas habilidades, também é uma estratégia importante.

2)      Tecnologia como ferramenta de transformação

Neste cenário de possibilidades cada vez mais globais, a tecnologia desempenha um papel ainda mais relevante. As PMES dos países BRICS acreditam que a tecnologia tem um impacto significativo sobre o crescimento da receita de suas empresas. No Brasil, 77% consideram que a tecnologia ajuda a conseguir longevidade e crescimento sustentável.

Entre todos os entrevistados, 56% investiriam em uma nova tecnologia se houvesse uma evidente probabilidade de retorno. Cerca de 33% das PMEs dos BRICs acredita que a computação em nuvem vai ajudar a eficiência de custos, melhorar a movimentação de produtos e desenvolvimento de serviços, e ajustar os níveis de serviço em tempo real.

As análises avançadas permitem que as PMES tenham fácil acesso a grandes volumes de dados para uma melhor tomada de decisão a partir da cadeia de suprimentos por meio do engajamento do cliente. Para quase 60% das empresas, essa ferramenta cria uma vantagem competitiva para os próximos anos.

Para 58% das PMEs nos países entrevistados, a tecnologia móvel irá conferir-lhes uma vantagem competitiva em três anos, melhorando a produtividade, o serviço ao cliente, os ciclos de vendas aceleradas, e a capacidade de fechar negócios mais rapidamente

3)      Softwares de gestão empresarial para PMEs

Fica evidente, a partir deste estudo, que semelhante às grandes corporações multinacionais, as PMEs nas nações do BRICS são tão impactadas pela crescente globalização, concorrência feroz, clientes mais capacitados em novos mercados e tecnologias em rápida mudança quanto as grandes empresas.

Possuir uma plataforma integrada que una as operações de visibilidade em tempo real em toda a empresa se torna muito importante também para os negócios de menor porte.  Softwares de gestão empresarial deverão ser utilizados por mais de 50% das PMEs ao redor do mundo.

Com o compromisso de entrar em novos mercados e vontade de adotar inovações tecnológicas, as PMEs nunca tiveram melhores condições para vencer.

Tags: , , ,

Deixe uma resposta