Soccer team in a huddle

A beleza do minimalista

4 de Junho de 2014 Por SAP Blogs 0

SAP SAPPHIRE NOW—ASUG Annual Conference 2013Por Paula Araneo, SAP América Latina e Caribe

Na tela apareceu um diagrama complexo, cheio de caixinhas com acrônimos impossíveis de decifrar. “Somente vou lhes dizer que são siglas que mesclam palavras em inglês e alemão”, brincou o professor Hasso Plattner, um dos co-fundadores da SAP, durante sua palestra no segundo dia do SAPPPHIRE NOW em Orlando, Florida.

O que Hasso mostrava na tela era o aspecto de um sistema de software de gestão financeira antes de SAP Simple Finance, um conjunto de soluções baseadas na plataforma SAP HANA que a SAP acaba de lançar. Hasso mexeu seu braço como se balançasse uma varinha mágica, e a maioria das caixinhas do complexo diagrama desapareceu, restando apenas cinco.

“Assim como vocês podem ver, ainda temos toda a informação transacional necessária aqui”, disse Hasso. “É um modelo de dados minimalista. Em sua simplicidade reside sua beleza: é tão minimalista que é à prova de falhas”.

Segundo o executivo, isto é possível graças ao formidável poder de SAP HANA, a plataforma in-memory que permite prever e simular cenários. De fato, SAP Simple Finance, que funciona em nuvem (cloud) permite entregar insights em tempo real aos departamentos financeiros.

“Há sete anos e meio comecei a falar sobre uma base de dados com um tempo de resposta imediata, e todos me olhavam como se eu tivesse perdido a razão”, disse Hasso. “Consegui convencer a SAP de que valia a pena tentar e foi assim que começamos a trabalhar com a base de dados in-memory que hoje é o SAP HANA”.

Ontem, o CEO da SAP, Bill McDermott, disse nesse mesmo cenário que a busca pela simplicidade era muito mais do que um slogan, que era o princípio organizador na SAP. Hoje, Hasso disse que a simplicidade é uma necessidade para sobreviver sem ser devorados pela complexidade onipresente: “Há 20 anos os sistemas tinham 6 mil vezes menos memória e 1.800 menos poder computacional. É necessário lidar com isso, converter os dados em informação e ter acesso a insights necessários para prever o que virá”.

É possível seguir o que está acontecendo essa semana no SAPPHIRE NOW via Twitter, com a hashtag #SAPPHIRENOW.

Tags: ,

Deixe uma resposta