Soccer team in a huddle

Inovação pode mudar o futuro das PMEs

21 de Outubro de 2014 Por SAP Blogs 0

Inovação PMEEm um planeta cada vez menor, é uma questão de sobrevivência para as pequenas e médias empresas se destacar e oferecer produtos/serviços exclusivos ou personalizados. Oferecer o que todo mundo já oferece só vai conquistar mais clientes caso o seu preço seja extremamente competitivo, o que vai diminuir o lucro final. Então, como os pequenos e médios empresários estão inovando para ter esse destaque?

Um estudo recente divulgado pelo Sebrae revela como as pequenas e médias empresas brasileiras trabalham a inovação em seus negócios. Foram consultados mais de 30 mil empreendimentos que, ao todo, fizeram mais de 85 mil ações de inovação. A maioria (54%) investiu em novos produtos, novas formas de fabricação e até novas maneiras de distribuição. Uma boa parte (14%) estava focada em inovar em produtividade, buscando formas diferentes de trabalho que pudessem reduzir custos ou desperdícios. Enquanto outra parte (10%) direcionou esforços para aprimorar a qualidade, através da inclusão de processos para potencializar o grau de confiança.

Outra parcela (9%) estava relacionada com tecnologia. São as pequenas e médias empresas se atualizando com investimentos em hardwares, softwares ou telecomunicações. A comunicação (8%) não ficou de fora, através de ações de propaganda nas lojas, divulgações e até a reformulação de ambientes.

 

Ainda em minoria, mas com grande relevância, foi possível perceber que pequenos e médios negócios procuram inovar em propriedade intelectual (3%). São projetos como a obtenção de indicação geográfica concedido pelo INPI – Instituto Nacional de Propriedade Intelectual – em parceria com o Ministério da Agricultura. Nele, cidades ou regiões obtêm reconhecimento por seus produtos ou serviços, como reputação, valor e identidade própria. Por exemplo, o litoral norte gaúcho com produção de arroz, o café da região da Serra da Mantiqueira e a produção de queijo da Serra da Canastra em Minas Gerais.

 

Por último, a sustentabilidade (2%) foi também uma área de inovação na qual as pequenas e médias empresas investiram. Destaca-se a utilização de ações para diminuir ou eliminar o impacto ambiental negativo de suas atividades.

 

As pequenas e médias empresas que participam desse estudo possuem mais de 820 mil funcionários, sendo 88% colaboradores diretos (CLT), 7% familiares e 5% terceirizados.

 

Em um panorama amplo, é importante ressaltar que a inovação precisa estar sempre no dia a dia de qualquer empresa. Uma pequena mudança, um aplicativo, um novo sistema de entrega, um projeto personalizado aos melhores clientes, não importa. Pequenas e médias empresas precisam aproveitar a estrutura mais leve e rápida que os grandes não têm. Reinventar-se constantemente é essencial para sair na frente e destacar-se entre empresas de todos os tamanhos.

Tags: , , , , ,

Deixe uma resposta