Soccer team in a huddle

Seis coisas que sua empresa precisa saber sobre a nuvem

21 de Julho de 2015 Por Ivy Leça 7

Se sua empresa utiliza e-mails, então ela já está aproveitando alguns benefícios da nuvem. Apesar de o conceito já fazer parte do dia a dia de muitas empresas, a adesão a sistemas de cloud computing ainda é algo novo para a maioria. Mesmo com a rápida e crescente adoção da nuvem no ambiente corporativo, algumas empresas ainda não estão completamente convencidas sobre seus benefícios para os negócios. Confira as seis coisas que todos os empresários devem saber sobre a computação em nuvem:

Custo benefícios, economia e redução de custos

A gestão na nuvem permite que a empresa reduza consideravelmente seus custos operacionais ao trabalhar com uma infraestrutura mais enxuta, poupar custos com energia, economizar na aquisição de serviços de suporte técnico e não precisar mais investir pesado em servidores e atualizações de software e antivírus. Além dos recursos, a empresa poupa espaço físico e tempo, uma vez que o acesso aos dados é feito em tempo real.

Variedade de serviços e recursos

Cloud computing não diz respeito apenas a um espaço para armazenar e acessar grandes volumes de dados. A nuvem oferece uma infinidade de serviços e produtos, como softwares, plataformas e infraestruturas oferecidos como serviços (SaaS, IaaS ou PaaS), por exemplo. Aplicações de finanças, marketing, aquisições e tantas outras, dedicadas a cada setor de uma corporação, podem ser personalizadas para atender necessidades específicas e, ao mesmo tempo, permanecerem integradas em um único sistema. Por meio da colaboração em nuvem, também é possível capacitar sua força de trabalho e conectar-se com clientes e parceiros. As possibilidades são muitas.

Serviço sob demanda

Uma das maiores vantagens da nuvem é que, ao adotar o serviço, a empresa estará alugando uma infraestrutura de alta tecnologia em pacotes de acordo com as suas necessidades. Esse benefício traz uma grande vantagem para as empresas, principalmente para negócios sazonais, que podem moldar seus investimentos de acordo com a demanda, ampliando ou reduzindo o serviço conforme o movimento do mercado.

Flexibilidade e elasticidade

Se um empresário ainda não está 100% certo de que quer levar seu negócio para a nuvem, ele pode levar apenas 50%. Na verdade, seu negócio não precisa aderir totalmente à tecnologia, podendo fazer esse processo aos poucos. A flexibilidade da nuvem permite que as empresas adotem certos serviços, enquanto mantêm sua infraestrutura de servidores locais, por exemplo. Ou seja, é possível adotar a nuvem híbrida, obtendo os benefícios de ambas as opções.

A nuvem pode “cair”

Como o sistema de cloud computing funciona basicamente através da Internet, a instabilidade da rede pode fazer com que a empresa perca o acesso aos dados, serviços e aplicativos, temporariamente, caso a Internet “caia”. É importante que o empresário tenha isso em mente e esteja preparado para esse tipo de imprevisto. Uma solução simples é manter um backup de emergência facilmente acessível, ou ainda, estudar previamente outras opções junto com o provedor do serviço para permitir que as operações continuem normalmente nesses casos.

A nuvem é segura?

Provavelmente a maior preocupação dos empresários ao adotar a nuvem é a segurança dos dados. Muitos ficam relutantes em colocar informações importantes e até restritas da companhia em um provedor de nuvem. Os fornecedores estão cientes dessa preocupação, e por isso estão priorizando a proteção dos dados do cliente. Antes de escolher um fornecedor de nuvem, o empresário deve estudar as políticas de segurança disponíveis e informar-se sobre as ações preventivas de preservação de dados, para assim investir com mais tranquilidade.

Qualquer empresa, independentemente da sua estrutura ou porte, tem muito a ganhar com a nuvem. Mas para extrair o máximo dos seus benefícios e driblar possíveis inconvenientes é preciso explorar a tecnologia e contar com uma equipe especializada. Prepare-se e coloque seu negócio na nuvem!

Tags: , , , , ,

Deixe uma resposta