Soccer team in a huddle

Transformação digital pode ajudar o Brasil a se reerguer

11 de Janeiro de 2016 Por SAP Notícias Brasil 61

Cristina Palmaka, Presidente, SAP Brasil

O Brasil está em sua pior recessão em nas últimas décadas, mas fiquei muito animada quando participei recentemente, da cerimônia de premiação da APEX em São Paulo para homenagear empresas que contribuíram para o crescimento do país. Os economistas acreditam que agora é hora de se concentrar nas exportações, e a APEX, agência brasileira cuja missão é promover a competitividade brasileira em nível mundial, está fazendo exatamente isso.

Neste ano, 13 mil empresas exportaram produtos brasileiros para mercados internacionais. A maioria delas são pequenas ou médias empresas; as empresas menores compõem quase 99% de todo o empresariado brasileiro e contribuem com 25% do PIB do país. No entanto, essas empresas enfrentam muitos desafios, especialmente quando se trata de fazer negócios no exterior! Além das barreiras do idioma e culturais, existem muitos obstáculos jurídicos e administrativos.

Talvez o maior desafio para empresas de todos os tamanhos seja a transformação digital necessária para atualmente fazer negócios com sucesso.

Exemplos de excelência

De acordo com um estudo da Economist Intelligence Unit, 69% das PMEs brasileiras consideram como prioridade máxima o uso da tecnologia com mais eficiência. Para mim, isso reforça a importância do apoio aos pequenos negócios, com a melhor tecnologia possível.

A PADO, fabricante brasileira de fechaduras, por exemplo, está usando seus sistemas a partir de estação central sem interromper a produção. Como tudo está sendo executado na nuvem, os funcionários podem acessar os dados de qualquer dispositivo em qualquer lugar e a qualquer hora. Isso reduziu o tempo que se levava para tomar decisões em 50 por cento! As novas ferramentas também permitem visualizar os dados em diferentes formatos. Operadores de máquina podem fazer alterações no desenho das fechaduras em 3D diretamente de suas estações. Esse tipo de tecnologia torna a empresa mais eficiente e mais competitiva à medida que buscam expandir seus negócios para fora do Brasil.

Empresas de manufatura, em geral, estão sofrendo com a recessão. Enquanto muitas temem a mudança, outras estão aproveitando a oportunidade para investir agora para estarem prontas quando a recuperação da economia chegar.

Por exemplo, mesmo que a queda 19% nas exportações brasileiras de veículos no ano passado, a Randon, fabricante de veículos comerciais, está investindo agora em tecnologias de nuvem para aumentar a eficiência, em vez de demitir um grande número de operários. Como a maior empregador em sua região, a Randon está comprometida com seus profissionais e usando proativamente a tecnologia para ajudar a eliminar custos de manutenção, melhorar a governança e reduzir os níveis dos estoques bem como para gerenciar suas equipes com mais sucesso.

Otimista em relação a 2016

Não sou a única que acredita que a tecnologia terá um papel vital no crescimento da economia. Apenas algumas semanas atrás, participei do IT Fórum Expo e encontrei meus colegas da Microsoft, IBM, Totvs e outras empresas de TI. O clima era de otimismo, mas todos nós concordamos que o maior desafio para as empresas brasileiras é a transformação digital. Isso será a prioridade número um em 2016 porque os negócios estão sendo profundamente impactados por tendências como hiperconectividade, computação em nuvem e tecnologias inteligentes.

E não nos esqueçamos – mesmo em uma recessão, 200 milhões de pessoas ainda têm um alto poder de compra. O Brasil é um dos maiores mercados consumidores do mundo. Cerca de novos 40 milhões de consumidores se juntaram à classe média na última década. Eles adquirem telefones celulares, TVs e produtos de saúde através de uma grande variedade de canais, não apenas em lojas físicas.

Conforme disse na cerimônia da APEX onde a SAP foi homenageada por seus investimentos produtivos no Brasil, a transformação digital não é uma visão de futuro, é um fato da vida. E estou muito animada para colaborar com a transformação das empresas brasileiras para que possam continuar se expandir para além das nossas fronteiras e fazer crescer seus negócios localmente.

Tags: , , ,

Deixe uma resposta