Soccer team in a huddle

A análise de dados e o futuro das marcas

7 de Abril de 2016 Por Ivy Leça 171

Mais do que nunca estamos gerando cada dia mais e mais dados. Segundo uma pesquisa recente da IDC já criamos cerca de 2,8 zettabytes de informações em 2012, e a estimativa é que este número aumente para 44 zettabytes em 2020. E o que isso significa exatamente para o futuro das marcas?

Dados são a nova moeda da Economia Digital. Informações são valiosas fontes de orientação para o planejamento das marcas. Com o conhecimento certo, as empresas poderão economizar um valor considerável ao investir em estratégias mais confiáveis e com grande potencial para render melhores resultados.

A análise de dados pode impactar positivamente o relacionamento da marca com seu público-alvo em dois principais aspectos. Primeiramente, na definição desse público. Será que sua empresa não está desperdiçando tempo e recursos mirando em um perfil que não tem interesse no que você oferece?

E então, no processo de conhecimento do seu público-alvo. O consumidor moderno não quer apenas ser parte de um grupo bem segmentado, ele quer ser visto como um indivíduo. E quando falamos de dados, quantidade e qualidade contam. Não adianta coletar uma infinidade de dados sem as ferramentas certas para analisá-los. Com as informações corretas é possível obter insights preciosos, que serão a base para uma estratégia mais personalizada.

Ou seja, contar com recursos para coleta e análise de dados não é o diferencial, é uma necessidade básica para as empresas. O que vai trazer competitividade é a forma como as marcas vão alinhar essas informações ao seu potencial criativo.

Tags: , ,

Deixe uma resposta