Soccer team in a huddle

CFO e o papel de liberar o potencial de transformação da empresa

1 de Março de 2017 Por Ivy Leça 111

Conforme os modelos de negócios digitais evoluem, conectando dados empresariais da cadeia de valor em tempo real para gerar novas oportunidades de negócios, os líderes precisam acompanhar esse ritmo e tomar decisões cada vez mais rápidas e decisivas. Nesse sentido, é preciso unir o valor humano do profissional ao valor analítico das tecnologias.

Com uma economia em plena transformação, o papel do CFO se torna ainda mais significativo e amplo nesse momento de tomada de decisão. Especialmente na decisão de quais inovações digitais adotar para o negócio.

O desempenho e o real valor da transformação digital só são mensuráveis com uma base de conhecimento ampla, como a que o CFO tem. Por exemplo, se sua empresa tem um aumento de X% nos lucros, pode parecer um bom resultado, mas não se você sabe que o mercado cresceu na mesma taxa. Ou se a empresa investe em novos recursos tecnológicos e os lucros caem no período, parece uma péssima notícia, mas o cenário muda se você souber que os resultados teriam sido piores sem o investimento. O papel do CFO é analisar os dados e definir quais as melhores estratégias com base no histórico e nas predições analíticas.

O pensamento analítico do CFO ajuda a esclarecer quais iniciativas criam maior valor. Parte das inovações digitais são disruptivas e podem gerar novas oportunidades, mas muitas delas trazem melhorias para processos já existentes, o que pode significar um grande impacto nos resultados. Por isso o CFO precisa estar atento para convencer os gestores de que essas iniciativas são promissoras e representam uma oportunidade muito maior do que apenas uma transformação.

O CFO tem a capacidade de compreender que a cadeia de valor é ampla e está toda conectada. Uma ação que gera lucros pontuais altos pode produzir efeitos negativos em longo prazo. Por isso, obter uma visão integrada e completa do negócio é essencial na tomada de decisões, e o CFO sabe disso. Da mesma forma, o ele sabe que a organização inteira deve estar alinhada com as informações. Se o negócio consegue um desconto significativo em matéria-prima, isso pode ser repassado ao departamento de vendas como uma margem de negociação.

Apresentar relatórios para empresas com cadeias de valor integradas pode ser desafiador, pois o desempenho em tais negócios não é prontamente aparente. Por isso o CFO precisa melhorar a comunicação e estruturar os relatórios da melhor forma possível, definindo quais informações importam para cada área da empresa, de forma que cada setor possa compreender como eles criaram valor e como podem identificar mais oportunidades.

Quando o CFO abraça seu papel de liderança transformacional, suas habilidades e visão podem ajudar a empresa a definir as melhores estratégias e iniciativas de transformação digital para o negócio, ajudando a liberar todo o potencial da empresa.

Confira o relatório “Moldando a função do Financeiro de amanhã“, sobre o novo papel do financeiro para impulsionar o crescimento, proporcionando liderança nos negócios.

Tags: , , , ,

Deixe uma resposta