Soccer team in a huddle

A nova revolução do Supply Chain na Economia Digital

23 de Agosto de 2017 Por Ivy Leça 89

O setor de Supply Chain (cadeia de suprimentos) foi uma das áreas mais impactadas pela transformação digital e pelas revoluções industriais que já vivemos. Da mecanização do trabalho até a automação na linha de montagem, o setor teve que se adaptar aos diferentes cenários do mercado e da força de trabalho.

Mais uma vez estamos vivendo um momento de transformação, impulsionado por três grandes mudanças na Economia Digital: as oportunidades tecnológicas, a potencial escassez de recursos e as novas demandas do consumidor.

Atualmente, vivemos a 4ª Revolução Industrial, ou a Revolução 4.0, caracterizada pela convergência de tecnologias digitais, físicas e biológicas. A transformação digital da manufatura, a digitalização de informações, a Inteligência Artificial, a impressão 3D, a Internet das Coisas, entre outras tecnologias, abriram um novo mundo para o setor de Supply Chain.

Segundo as novas projeções da ONU, a população mundial deve chegar a 8,5 bilhões até 2030, um aumento de 1 bilhão de pessoas em 13 anos. E com a escassez de recursos naturais sendo uma possibilidade real, a preocupação das empresas em adotar estratégias inteligentes e sustentáveis para gerir suas cadeias de valor se tornou crucial não apenas para obter competitividade no mercado, mas para contribuir com o futuro do planeta.

O Supply chain se tornou o foco nas estratégias de sustentabilidade para que as organizações consigam enfrentar esse desafio nos próximos anos.

Além de ajudar na questão de escassez em diferentes cenários, o setor também deve focar na sua própria cadeia de valor. Por isso, muitas empresas estão investindo em pesquisas para impulsionar a revolução energética por meio do armazenamento de energia. Conforme afirmou Donald Sadoway, especialista em química dos materiais do MIT, “Sem eletricidade, você não tem nada. Essa é a primeira cadeia de suprimentos com a qual temos de lidar e o armazenamento é a peça que falta”.

Além disso, ao reimaginar o papel da cadeia de suprimentos na Economia Digital, podemos ver como ela colabora para atender a demanda dos novos consumidores, uma vez que a experiência do cliente se tornou definitiva para os resultados. De acordo com uma pesquisa da SAP, os clientes estão dispostos a pagar mais caro para obter uma melhor experiência de compra (86%). Ou seja, ter o melhor produto não é mais suficiente, é preciso investir para criar um relacionamento concreto com o cliente.

Novamente, o setor de Supply Chain passa por uma revolução, com novos desafios e também novas oportunidades. Se você deseja saber como reimaginar o setor de Supply chain na Economia Digital e transformar o futuro em um lugar mais produtivo e sustentável para o seu negócio, inscreva-se no SAP Forum Brasil. No evento você poderá conhecer tendências, obter insights poderosos, analisar cases e compartilhar experiências com grandes especialistas do mercado. Pronto para reimaginar o futuro?

Tags: , , ,

Deixe uma resposta