Como tirar as resoluções profissionais do papel

Segundo um artigo do New York Times, uma em cada quatro pessoas já abandonou suas resoluções de Ano Novo até o dia 8 de janeiro. E isso inclui conseguir um novo emprego.

Muitas vezes, desistimos desse objetivo sem nos dar conta de que um novo emprego não é exatamente o que procuramos. A insatisfação com seu cargo, com a estagnação na carreira ou com outras questões no trabalho podem ser resolvidas com algumas mudanças, e você nem vai precisar de um novo emprego.

Faça três listas: a lista A é a parte do seu trabalho que você ama, a lista B são as partes do trabalho em que você se sente neutro e a lista C tem aquilo que você considera chato e irritante de fazer. Agora defina quanto tempo você gasta com cada uma das listas. Se sua lista A é a menor de todas, talvez seja hora de reorganizar suas tarefas.

Adicione mais atividades à lista A, ao fazer mais coisas que você gosta, as tarefas das listas C e B, parecerão menos chatas. Se você gosta de aprender algo novo, peça ajuda a um colega para lhe ensinar mais sobre um assunto que te interesse ou procure cursos online, que podem ser feitos onde e quando você puder, no seu ritmo.

Pense depois na lista B, as tarefas que você não ama e nem odeia. Revise-as com atenção, quantas delas – ou parte delas – você pode automatizar, delegar ou simplificar?

Agora foque na lista C, aquilo que você realmente não gosta de fazer: é possível delegar essa tarefa para outra pessoa? Se sim, faça isso. Se não, coloque ela no início da sua agenda. Começar pelo mais “difícil” é a melhor forma de liberar sua agenda e tornar seu dia muito mais produtivo.

Essa nova abordagem permitirá que você veja seu trabalho de uma outra forma e faça mais o que te faz feliz do que o que te aborrece.

Agora se você está satisfeito com seu trabalho, mas está deixando outras atividades em segundo plano e desistindo das suas resoluções, o método SMART pode ajudá-lo a definir suas metas:

S – specific – específico

Ao montar sua lista de resoluções, seja específico. Você quer aproveitar mais a vida? Quer alavancar a carreira? Defina isso com mais clareza: quer aproveitar fazendo mais viagens, passando mais tempo com a família ou dedicando mais tempo a si mesmo? Alavancar a carreira significa ganhar mais, ser promovido ou mudar de profissão?

M – measurable – mensurável

Determine quantos quilos você quer perder, quantas viagens quer fazer, quantos cursos quer concluir. Defina os números.

A – attainable – atingível

A frustração é um dos maiores desmotivadores, e sua origem está muitas vezes em expectativas inatingíveis. Divida cada objetivo em fases menores. Se você quer parar de fumar, reduza aos poucos a quantidade de cigarros que consome, não pare de uma vez. Assim você se sentirá motivado a dar os próximos passos.

R – realistic – realista

Acredite que você merece e é capaz de atingir seus objetivos. Pense nas suas melhores habilidades e como elas podem ajudá-lo em cada etapa do processo.

T – timely – tangível

A diferença entre uma meta e um sonho é que metas têm datas, e isso faz toda a diferença. Defina datas para cada etapa das suas metas. Sem prazos, não há senso de urgência e seus objetivos correrão o risco de perder prioridade diante das outras atividades do dia a dia.

Com esses métodos você poderá tirar todos seus objetivos do papel, não apenas no início do ano, mas todos os dias.

Se você quer começar 2018 aprimorando seus conhecimentos para abrir novas oportunidades no mercado de trabalho, conheça a plataforma de cursos gratuitos openSAP.