Modernizando as áreas de marketing e vendas frente a um perfil de cliente mais fortalecido no Brasil

A mudança no perfil dos consumidores exige maior conhecimento e modernização do setor de marketing para oferecer melhores experiências. A IDC projeta que até 2020 aproximadamente 50 % das empresas irão utilizar informática cognitiva para automatizar as interações de marketing e vendas junto aos clientes e 20% das transações entre empresas e consumidores serão geradas através de plataformas sociais e de mensagens.

 Por: Jerónimo Piña, gerente de Pesquisa em Software e Cloud para IDC Latinoamérica
Luciano Ramos, Gerente de Pesquisa de Software e Serviços de TI para IDC Brasil

As áreas de vendas e marketing são os principais termômetros do negócio, pois são a cara das empresas frente ao cliente e, por isso, as primeiras a sentir as mudanças do entorno e reagir frente a elas.

Sem sombra de dúvidas, o mercado latino-americano não é uma exceção frente a esta realidade, ao contar com consumidores informados que gostam de ser ouvidos, demandam interações mais personalizadas, e estão sempre conectados, principalmente nas redes sociais. Esse último tema é ainda mais evidente nos consumidores brasileiros.

Estamos falando de pessoas autodidatas no uso das Tecnologias da Informação (TI), que, mais que produtos e serviços, preferem adquirir experiências, especialmente as novas gerações como a Z e Millennials, as quais tendem a ser menos leais às marcas.

Como consequência desta situação, as lideranças de vendas e marketing no país se veem obrigados a reformular suas estratégias tradicionais de posicionamento de marca e atração de clientes, alinhando-se às cinco competências-chaves mencionadas a seguir, as quais ajudarão a reposicionar os negócios como organizações modernas capazes de responder à nova dinâmica do mercado e os consumidores.

Uma das principais mudanças consiste em desenvolver um maior conhecimento de seus consumidores a partir dos dados que a própria organização tem sobre eles, bem como através dos canais digitais de comunicação e dos diálogos personalizados e fluidos que devem estabelecer com eles.

Toda a informação obtida deve ser concentrada e analisada para que, a partir dela, sejam redefinidas as estratégias, focando neste novo cliente fortalecido. Desta forma, podem ser desenvolvidos projetos de marketing de conteúdo personalizado e interativo que auxiliem a impulsionar a lealdade para seus produtos e serviços, além de gerar uma experiência de usuário atrativa para seus consumidores.

Entre os elementos que mais contribuem para elevar a experiência do cliente está o estabelecimento de um sistema omnicanal, que permite às pessoas se comunicar com o negócio através de qualquer meio (telefone, e-mail, mensagens ou redes sociais, entre outros) e obter o mesmo nível de atendimento e reconhecimento como cliente.

Também é importante considerar as estratégias de conteúdo interativo, as quais auxiliam as organizações a:

  • Ser convincentes: ao contar aos usuários algo novo, diferente e possivelmente inesperado.
  • Mudar o pensamento das áreas comerciais para que, em vez de vender produtos ou serviços, solucionem problemas.
  • Construir uma história com seus clientes, usando conteúdo valioso em um diálogo contínuo e personalizado.
  • Aumentar sua confiança, proporcionando evidência e validação através dos testemunhos de usuários ou terceiros.

Para o desenvolvimento destas estratégias, os diretores de vendas e marketing podem se apoiar em soluções como os ERP inteligentes ou i-ERP, que incluem funcionalidades analíticas, computação cognitiva e gestão da relação com o cliente (Customer Relationship Management ou CRM).

Os ERP inteligentes através da modalidade de nuvem aceleram a integração da TI com o negócio, agilizam os seus processos e suportam o crescimento massivo e a gestão de seus dados.

Por meio da computação cognitiva, os diretores podem automatizar suas estratégias omnicanal e seus processos de comunicação e atendimento aos clientes, enquanto as funcionalidades analíticas lhes permitem gerar informação personalizada de cada cliente, criar campanhas mais eficazes e tomar melhores decisões no momento correto.

As ferramentas de CRM os auxiliam a conseguir uma automatização completa da força de vendas, bem como a melhorar a administração das contas, desde as interações com as pessoas até o faturamento.

A IDC projeta que até 2020, aproximadamente 50% das empresas utilizarão a informática cognitiva para automatizar as interações de marketing e vendas junto aos clientes e, que 20% das transações entre empresa e consumidor serão atribuíveis às plataformas sociais e de mensagens.

As empresas de médio porte no Brasil e na América Latina não estão livres das mudanças do mercado e das tendências que estão impulsionando as novas gerações de consumidores. Essas empresas necessitam reconhecê-las em seu entorno e estabelecer os planos para se adaptar a estas transformações e poder competir no mercado global, que está a apenas um clique de distância.

Hoje, o principal desafio é aumentar as expectativas do cliente para além da capacidade da concorrência. Convido-o a analisar se suas áreas de marketing e vendas estão prontas para isso…

Artigo original: https://www.sap.com/brazil/documents/2018/06/76e738ae-0b7d-0010-87a3-c30de2ffd8ff.html

 

Acesse as redes sociais da SAP: Facebook Twitter LinkedIn Instagram / WhatsApp

© 2018 SAP SE. All rights reserved. SAP and other SAP products and services mentioned herein as well as their respective logos are trademarks or registered trademarks of SAP SE in Germany and other countries. Please see http://www.sap.com/corporate-en/legal/copyright/index.epx#trademark for additional trademark information and notices.