Serviços profissionais na era da transformação digital

O setor de serviços está fazendo uso da era da transformação digital para modernizar seus negócios e crescer no mercado. Um estudo feito pela IDC projeta um crescimento de 6,3% entre 2017 e 2021 nos investimentos em ERP no setor.

Por: Jerónimo Piña, Gerente de Pesquisa de Software e Nuvem, para IDC Latinoamérica
Luciano Ramos, Gerente de Pesquisa de Software e Serviços de TI para IDC Brasil

Segundo a Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL), a indústria de serviços profissionais da região, liderada pelo Chile, Brasil, México e Argentina, concentra-se principalmente no mercado de turismo e transporte, que juntos representam cerca de 60% do valor total de todo o setor.

 A agência divide esse mercado em três segmentos: segmentos de baixo valor agregado e mão-de-obra intensiva, como transporte, viagem, embalagem e processamento para agroindústria; os de médio valor, intensivos em mão-de-obra e conhecimento, como o outsourcing em Tecnologias da Informação (TI), e os de alto valor, intensivos em conhecimento, como consultoria empresarial, serviços jurídicos, pesquisa e desenvolvimento, entre outros.

A CEPAL detalha que se trata de um setor em crescimento, impulsionado principalmente pelo uso de tecnologias da informação e comunicação (TIC), que facilitam as chamadas cadeias de valor globais, com serviços à distância entre países desenvolvidos e em desenvolvimento, como call centers e gerenciamento de serviços de TIC.

A IDC acrescenta que essas organizações, especialmente as médias, precisam melhorar sua eficiência, produtividade, reduzir custos, estabelecer estratégias para atrair e melhorar o relacionamento com seus clientes, além de inovar seu modelo de negócios e sua oferta de produtos e serviços.

Sendo empresas com grande geração de dados, elas precisam explorá-los para desenvolver novas fontes de receitas e evoluir para uma variedade de serviços digitais e físicos, a fim de melhorar a experiência de seus consumidores.

As empresas estão cientes desses requisitos e, portanto, entre suas prioridades de investimento encontramos: aquisição de software de colaboração, sistemas de gerenciamento de relacionamento com o cliente (CRM), aplicativos de recursos humanos e ERP. As soluções inteligentes de ERP ou i-ERP ajudam a solucionar a maioria dessas necessidades, por meio de colaboração, CRM, Inteligência Artificial (IA), aprendizado de máquina (Machine Learning ou ML) e funcionalidades analíticas.

Com a integração das ferramentas de colaboração, a organização favorece a troca de informações e ideias entre colaboradores e clientes, gerando uma fusão entre o mundo virtual e o físico, melhorando a experiência de seus clientes.

Através das funcionalidades do CRM, um acompanhamento detalhado de seus consumidores e potenciais clientes é alcançado, e esquemas de fidelidade e ofertas mais personalizadas podem ser projetados.

Com os elementos de análise, IA e ML, as empresas conseguem explorar os dados que possuem de seus clientes, localizam áreas de oportunidade e desenvolvem novas linhas de negócios, o que lhes permite monetizar suas informações e impulsionar a transformação de seu modelo de negócio.

Com a automação de seus processos administrativos, sistemas colaborativos e capacidades de análise de dados, as organizações podem expandir seus negócios regional e globalmente, oferecendo serviços 100% digitais e personalizados.

Baseados em nuvem, os i-ERPs são sistemas flexíveis, que permitem que as empresas de serviços profissionais desenvolvam seu modelo de negócios, respondam à concorrência mais rapidamente e foquem nos aspectos estratégicos de sua transformação.

A IDC estima que o investimento da indústria de serviços profissionais em ERP crescerá a uma taxa de 6,3% entre 2017 e 2021 no Brasil, enquanto os investimentos desse tipo de solução na nuvem praticamente dobrarão no mesmo período.

A indústria de serviços profissionais é um setor estratégico para a economia brasileira, correspondendo a mais de 70% do PIB do país e gerando quase dois terços dos empregos formais. É um setor com bom potencial para exportação, impulsionado pela virtualização de sua oferta.

No entanto, muito do seu crescimento depende de uma maior integração da TI nas organizações e de sua capacidade de desenvolver serviços inovadores.

Sua empresa já iniciou seu processo de transformação digital para garantir sua permanência no mercado?

Artigo original: https://www.sap.com/brazil/documents/2018/08/b20c1548-167d-0010-87a3-c30de2ffd8ff.html

 

Acesse as redes sociais da SAP: Facebook Twitter LinkedIn Instagram / WhatsApp

© 2018 SAP SE. All rights reserved. SAP and other SAP products and services mentioned herein as well as their respective logos are trademarks or registered trademarks of SAP SE in Germany and other countries. Please see http://www.sap.com/corporate-en/legal/copyright/index.epx#trademark for additional trademark information and notices.