Por: SAP Brasil

As tecnologias inteligentes revolucionaram – possivelmente para sempre – o mercado de seguros.

O setor de seguros no México é composto por cerca de 100 empresas e há alguns anos há uma tendência de descentralização nos níveis de concentração do mercado. A digitalização do setor é parcialmente responsável por esse processo. Mas, apesar desses dados otimistas, ele sempre esteve sujeito a questões delicadas devido à natureza de seus negócios: compensação por perdas, valorização de ativos, defasagens, catástrofes e litígios.

As tecnologias inteligentes revolucionaram – possivelmente para sempre – o mercado de seguros. Hoje, as seguradoras inteligentes podem usar dados como ativos para obter maior eficiência e negócios mais lucrativos, ou seja, com menos riscos. O desafio é estar um passo à frente dos consumidores, que desenvolvem comportamentos digitais cada vez mais sofisticados devido aos avanços nos aplicativos e na conectividade. Ao invés de observar passivamente, é preciso agir e planejar com base em relatórios e leituras de mercado baseados em análises e Big Data. Isso permitirá usar os canais estabelecidos pelos próprios consumidores para introduzir novos produtos e serviços, muito mais inovadores, competitivos e personalizados. As seguradoras devem ir além das portas de sua própria empresa e abordar os crescentes grupos de líderes digitais, a fim de acelerar a transformação e se tornar líderes de mercado.

Com um mercado cada vez mais competitivo, as seguradoras devem adotar o modelo das Empresas Inteligentes para criar melhores oportunidades de negócios.

Essas novas tecnologias nos permitem:

Mitigar o risco: para manter a competitividade, as seguradoras devem parar de se concentrar apenas nas implicações financeiras de um possível resultado. Em vez de analisar a perda, as companhias devem aproveitar os benefícios da Inteligência Artificial e do Machine Learning. Isso ajudará a calcular os riscos físicos de seus clientes. Hoje, as seguradoras podem aconselhar o consumidor sobre prevenção e previsão de dados.

Oferecer soluções mais rápidas e menos complexas: é necessário responder à crescente demanda dos clientes criando novos processos de negócios. Isso é possível graças às soluções baseadas na nuvem: elas são flexíveis, adaptáveis e podem lidar com grandes alterações de maneira rápida e fácil.

Gerenciar grandes dados: os dados não estão mais limitados às informações simples do cliente. Ao usar as redes conectadas, oferecidas pela IoT, temos um volume maior de dados para melhorar a tomada de decisões e oferecer uma solução melhor para usuários e provedores.

Concentrar-se em tarefas de maior valor: anteriormente, as seguradoras concentravam muito tempo e energia em tarefas repetitivas. A automação permite que essas tarefas sejam executadas de forma autônoma e, dessa maneira, os funcionários se concentram em tarefas de maior valor, como prospecção de novos clientes ou aumento de vendas.

Desenvolver modelos preditivos: através do processamento de dados espaciais (geolocalização, sensores, entre outros) é possível analisar padrões climáticos que permitem prever desastres naturais e, portanto, proteger países, empresas e clientes.

Simplificar processos: o uso de dados em tempo real é eficaz para monitorar e identificar os desafios enfrentados pelas seguradoras. Também permite acelerar o processo de reclamações usando sensores que detectam problemas com antecedência.

O modelo de negócio das Empresas Inteligentes favorece as seguradoras, tornando-as cada vez mais competitivas. Para saber mais sobre o futuro do setor, visite nossas redes sociais: Facebook Twitter LinkedIn Instagram / WhatsApp / Youtube

© 2019 SAP SE. All rights reserved. SAP and other SAP products and services mentioned herein as well as their respective logos are trademarks or registered trademarks of SAP SE in Germany and other countries. Please see http://www.sap.com/corporate-en/legal/copyright/index.epx#trademark for additional trademark information and notices.