As mudanças nas cadeias de suprimentos pós pandemia

Por: SAP Brasil

A pandemia do novo Coronavírus está impactando a cadeia global de suprimentos, que deverá encontrar na tecnologia saídas inteligentes para a crise

Países que já passaram pelo pico da pandemia e que estão em processo de reabertura enfrentam dificuldades em manter o funcionamento da cadeia de suprimentos pela baixa demanda gerada pelos países que ainda vivem sob bloqueios por conta da pandemia. As dificuldades na retomada podem impactar as cadeias do mundo inteiro e descentralizar a produção para outros países.

O cenário é incerto e as empresas precisam começar a se preparar para lidar com um mundo cujos processos serão totalmente diferentes no futuro. A resiliência nunca foi tão importante e a visão analítica sobre o comportamento do mundo e do consumidor serão essenciais para que você acerte na tomada de decisões.

Diversifique sua base de fornecedores: a capacidade produtiva diminuiu com a pandemia e a importação de produtos, em especial da principal fabricante do mundo, a China, também caiu com a pausa nas atividades de produção. É preciso entender que os contextos mudaram e que, provavelmente, não voltaremos à rotina de antes da pandemia. A diversificação da base da cadeia de suprimentos permitirá que a sua empresa encontre fornecedores com disponibilidade de estoques para que você continue mantendo as vendas.

Em um contexto global, as empresas devem investir na diversificação de fornecedores em diferentes lugares do mundo para assegurar que possam manter seus estoques.

Digitalização, AI e Internet das Coisas (IoT):  a cadeia de suprimentos atual é complexa, baseada em princípios de manufatura o que a torna frágil às mudanças externas que impactam em seus processos. Adotar soluções mais robustas com a ajuda da tecnologia a tornará mais eficiente e diversificada, permitindo que as empresas globais possam chegar a uma extensa lista de fornecedores em todo o mundo. Essas tecnologias também podem contribuir com a reunião de dados consistentes sobre o trabalho de toda a cadeia, assegurando informações importantes de contratos e transações através de Blockchain, por exemplo. Esse é um legado que deve ser colocado em prática antes mesmo que a pandemia acabe.

Coletividade entre empresas parceiras: empresas menores não possuem fluxo de caixa para sobreviver em longo prazo e dependem da antecipação do capital de giro para que possam manter as atividades por mais tempo, enquanto o isolamento social continuar. Você não precisa romper com esses fornecedores. Renegocie contratos com parceiros e busque conexões que ajudem a manter a continuidade dos negócios. Muitas empresas estão ajudando seus fornecedores e antecipando pagamentos para manter as operações.

A reabertura das lojas e fábricas pode não significar aumento na receita da cadeia de suprimentos. É preciso que o consumidor se sinta seguro e que retome o poder de compra com a volta do trabalho e da renda. O futuro é de resiliência e cautela, mas também de parceria, confiança nos mercados internos e nas soluções que a tecnologia pode oferecer.

Acompanhe mais informações sobre cadeia de suprimentos nos canais de comunicação da SAP: Facebook Twitter LinkedIn Instagram / WhatsApp / Youtube

© 2020 SAP SE. All rights reserved. SAP and other SAP products and services mentioned herein as well as their respective logos are trademarks or registered trademarks of SAP SE in Germany and other countries. Please see http://www.sap.com/corporate-en/legal/copyright/index.epx#trademark for additional trademark information and notices.