Programa de voluntariado da SAP Brasil é vencedor de prêmio internacional

Ragan’s 2021 CSR & Diversity Awards premiou os melhores cases em 32 categorias

Agosto de 2021 – A SAP Brasil conquistou o Prêmio Ragan’s 2021 CSR & Diversity na categoria Campanha de Voluntariado. Iniciativa global da Ragan Communications – entidade especializada na cobertura de ações de relações públicas, comunicação e provedora de treinamento – a premiação tem o objetivo de reconhecer projetos corporativos que tiveram um impacto positivo na comunidade, dentro das organizações e ao redor do mundo.

A campanha da SAP Brasil, batizada de SAP PotentiALL 100 por 100, incentivou que os mais de 1.200 funcionários da subsidiária no País colaborassem com pelo menos uma hora de voluntariado, em formato digital, escolhendo um entre dez projetos nas áreas de tecnologia, educação, sustentabilidade, suporte a vendas, compras, artesanato, finanças, comunicação, marketing e várias outras habilidades. Eles são vinculados a 10 ONGs ou entidades parceiras e todos envolveram algum tipo de treinamento ou mentoria para gestores, professores, negócios sociais e demais públicos atendidos pelas organizações.

Ao final de 100 dias, foram computadas mais de 1.300 horas de atividades, impactando mais de 37 mil vidas. “Mesmo com todos os funcionários trabalhando remotamente conseguimos mobilizar a empresa para participar de projetos inspiradores. É a realização de um propósito como companhia: a transferência de capital intelectual por meio de horas pro-bono devolvidas para a sociedade civil. Além disso, os projetos trouxeram muito aprendizado para nossas equipes”, explica Luciana Coen, diretora de Comunicação e Responsabilidade Social da SAP Brasil.

As dez entidades atendidas em 2020 foram: ASID Brasil, rede nacional de ONGs que atendem pessoas com deficiência, sediada no Paraná; Brigada Carcará; Fundação Amazonas Sustentável; Iniciativa Empresarial Pela Igualdade Racial; Instituto Airton; Associação Crescer Sempre; Rede ASTA; Junior Achievement; Algoritmo da Vida/Horas da Vida e a Operação Sorriso.

As dez entidades atendidas em 2020 foram: ASID Brasil (rede voltada ao desenvolvimento de instituições para pessoas com deficiência, sediada no Paraná); Brigada Carcará (especializada em combate a incêndios, tem sede em Brumadinho, Minas Gerais); Fundação Amazonas Sustentável (com sede em Manaus/AM, realiza projetos ambientais, sociais e econômicos para a conservação da Floresta Amazônica); Iniciativa Empresarial Pela Igualdade Racial (movimento internacional formado por lideranças, empresas e instituições comprometidas com a promoção  da inclusão racial e a superação do racismo no ambiente corporativo e em toda a sua cadeia de valor); Instituto Ayrton Senna (presente em 17 estados com foco na melhoria da educação de crianças e jovens); Associação Crescer Sempre (desde 1991, facilita parcerias pela melhoria na qualidade de ensino das escolas públicas estaduais da comunidade de Paraisópolis, na cidade de São Paulo); Rede ASTA (negócio social que transforma artesãs em empreendedoras); Junior Achievement (capacita estudantes para o mercado de trabalho por meio da metodologia “aprender-fazendo”; Algoritmo da Vida (Algoritmo criado pela Agência África e aperfeiçoado pela SAP e AWS, capaz de identificar perfis de pessoas com problemas emocionais a partir dos textos produzidos, cuja linguagem sinaliza existência de um quadro de depressão e a Operação Sorriso (uma das maiores organizações médicas voluntárias do País, está aqui desde 1997 e realiza cirurgias gratuitamente para crianças e adultos em situação de vulnerabilidade social com deformidades faciais – especialmente lábio leporino e fenda palatina).