#IntelligentEnterprise – O que torna uma empresa inteligente?

Por: Cristina Palmaka, Presidente da SAP Brasil

O que torna uma empresa inteligente? Antes que você responda “as pessoas”, gostaria de propor que a gente reflita sobre a estratégia das companhias. A tecnologia, como sabemos, proporciona acesso a uma grande variedade de canais e fontes de informação, mas como estruturar e dar valor a tudo isso? Mais: como transformar esses dados em insights capazes de fazer a diferença no dia a dia da operação? Bom, primeiro, é preciso entender o próprio conceito de ‘inteligência’.

‘Inteligência’, segundo o dicionário Michaelis, é a “faculdade de entender, pensar, raciocinar e interpretar”. Indo além, partindo para uma explicação mais psicológica, é a “capacidade de resolver situações novas com rapidez e êxito, adaptando-se a elas por meio do conhecimento adquirido”.

Podemos, então, deduzir que uma empresa inteligente é aquela que possui subsídios para compreender o que está acontecendo em sua operação e resolver eventuais ruídos ou problemas não só de forma efetiva, mas também em tempo hábil. Parece sedutor, né? Mas vem com um desafio.

Hoje, a forma mais comum de avaliar performance acontece por meio de análise dos dados operacionais. Números são indiscutíveis e podem apontar sinais de que existe algum problema ou tendência.

Mas na era da Economia da Experiência, não basta saber que algo está errado, é preciso saber o porquê. Apoiar-se apenas em dados, hoje, é como optar por um tratamento que alivie sintomas ao invés de buscar um diagnóstico completo que ofereça uma oportunidade de cura. E não há outro jeito de descobrir que não seja ouvindo o que todos os seus stakeholders têm a dizer.

Existem inúmeros indicadores e maneiras de avaliar a satisfação de quem está conectado de alguma forma a uma empresa, seja um cliente, um parceiro ou até mesmo um funcionário. Captar esses dados passou a ser essencial para entender qual a qualidade da experiência desse público e ter a oportunidade de evoluir.

Mas, assim como os dados operacionais, os dados de experiência também são um sintoma. Para encontrar a raiz de um problema – ou de uma oportunidade – e saber com mais segurança onde e como agir, é necessário cruzar as duas bases, o ‘o quê’ com o ‘porquê’. E é aí que entra a inteligência.

Ferramentas tecnológicas avançadas de analytics, IA e Machine Learning, como a SAP Qualtrics, são capazes de analisar as pilhas de X-Data e O-Data e transformá-las em informações valiosas para a empresa, cruciais para tomadas de decisão. Os usuários da nossa solução, por exemplo, têm acesso a um serviço de ponta a ponta que oferece um dashboard com insights em tempo real e um sistema preditivo de comportamentos e resultados.

E engana-se quem acha que isso está fora da realidade. Nas últimas semanas, contei aqui no meu perfil do LinkedIn o case da varejista carioca Impecável, que adotou a solução SAP Qualtrics em 2017 para aprimorar a satisfação de seus clientes e viu, em poucos meses, redução no número de reclamações do SAC e aumento considerável nos níveis de desempenho em todas as lojas. Esse é um exemplo que mostra que não importa o porte, a localização ou perímetro de atuação de uma empresa. Os dados e a inteligência sobre os mesmos estão aí para ser usados por todos, sempre em benefício dos negócios e dos consumidores.

O uso de alta tecnologia é vital para a existência desse conceito, é verdade. Mas acredito que o real segredo para uma tornar uma empresa inteligente e prosperar na era da Economia da Experiência está nos pequenos detalhes: saber ouvir, compreender e, sobretudo, utilizar as informações e ferramentas disponíveis para agir.

No fim das contas, estamos, sim, falando de pessoas. Mas em um contexto em que, munidas de informação e de um pensamento estratégico voltado aos negócios e à experiência do cliente, consigam fazer a diferença em um cenário de competição cada vez mais ágil e transformador.

Acompanhe as novidades da SAP através das nossas redes sociais: Facebook Twitter LinkedIn Instagram / WhatsApp / Youtube

© 2020 SAP SE. All rights reserved. SAP and other SAP products and services mentioned herein as well as their respective logos are trademarks or registered trademarks of SAP SE in Germany and other countries. Please see http://www.sap.com/corporate-en/legal/copyright/index.epx#trademark for additional trademark information and notices.