Empresas Inteligentes moldam suas estratégias a partir da Economia Circular, sustentabilidade e inovação

Por: SAP Brasil

Os desafios da ciência e da tecnologia também fazem parte do cotidiano das Empresas Inteligentes, integradas às principais demandas sociais, elas geram valor compartilhado

Desde 2015, a Europa coloca em prática o plano de ação de transição para um modelo de Economia Circular. O plano adotado pela Comissão Europeia possui 54 medidas criadas para fechar ciclos produtivos, definindo cinco setores como prioritários para acelerar a transição em todas as suas cadeias de valor, entre eles plástico, resíduos alimentares, matérias-primas essenciais, construção e demolição, biomassa e materiais de base biológica. Fundos de investimento foram abertos para apoiar financeiramente essa transição, que conta com a cooperação de governos, empresas, cidadãos e organizações com interesse no tema.

De olho nas mudanças climáticas e na escassez de recursos naturais, os líderes e organizações da região estão engajados em investir em mudanças que ofereçam, além do retorno financeiro, qualidade de vida e preservação de recursos essenciais para a vida humana.

No Brasil, o tema da Economia Circular é pauta nas organizações, que buscam reutilizar materiais que seriam descartados ou dar a destinação correta a eles, ainda que não percebam que tais atitudes fazem parte desse conceito que tem como base a utilização dos recursos de forma cíclica.  A Pesquisa sobre Economia Circular na Indústria Brasileira, realizada em 2019, pela Confederação Nacional das Indústrias (CNI), mostra que 76,4% das indústrias adotam alguma prática de Economia Circular. Porém, 70% dos respondentes afirmam não ter ouvido falar sobre o conceito antes da pesquisa, apesar de adotarem práticas relacionadas.

Uma mudança de mentalidade nas organizações é necessária para que novas práticas de sustentabilidade possam ser implementadas. A transição para um modelo de Economia Circular significa uma transformação em todos os níveis para uma realidade que pode gerar economia de recursos dentro e fora das empresas.

A inovação pode ajudar a transformar a realidade das empresas, tornando-as mais inteligentes com a implementação de soluções que contribuam para que elas tenham maior controle sobre o uso de recursos, custos e processos. Oferecendo ferramentas capazes de gerar dados sensíveis à tomada de decisões que buscam um caminho mais sustentável.

No SAP NOW Brasil, realizado entre os dias 14 e 18 de setembro, a presidente da SAP Brasil, Adriana Aroulho, e Cristina Palmaka, presidente da SAP América Latina, debateram sobre como a transformação digital, a recuperação financeira e a Economia Circular podem impulsionar a sustentabilidade e inovação repensando o papel das organizações e os impactos que elas geram para a sociedade em seus diferentes setores.

Quando as empresas entendem que precisam gerar valor, elas percebem que os benefícios de práticas sustentáveis podem se transformar em resultados não só para o meio ambiente ou para a sociedade, as empresas também ganham em produtividade, economia e lucratividade ao entenderem que as demandas sociais devem fazer parte do jogo estratégico dos negócios.

Os conteúdos gerados durante o SAP NOW Brasil você pode encontrar on demand no canal da SAP no Youtube ou através do site.

Acompanhe a SAP Brasil nas redes sociais: Facebook Twitter LinkedIn Instagram / WhatsApp / Youtube

© 2020 SAP SE. All rights reserved. SAP and other SAP products and services mentioned herein as well as their respective logos are trademarks or registered trademarks of SAP SE in Germany and other countries. Please see http://www.sap.com/corporate-en/legal/copyright/index.epx#trademark for additional trademark information and notices.